Premier League

O 7 a 0 da última temporada ainda ecoa no Liverpool x Manchester United de hoje

Na última temporada, o Liverpool humilhou o Manchester United e realizou a maior goleada do clássico: 7 a 0 em 5 março desse ano

O último capítulo do maior clássico da Inglaterra foi um dos mais marcantes na rivalidade que perdura há tanto tempo. Um Liverpool irregular, naquele momento apenas o sétimo colocado com 40 pontos, recebia em Anfield talvez o melhor Manchester United dos últimos tempos, logo na primeira temporada de Erik Ten Hag, no momento o terceiro na tabela da Premier League 2022/23, a três pontos do City – que terminaria campeão. Em campo, essa diferença de 12 de pontuação e quatro colocações na classificação pareceu contrária: os Reds humilharam o rival com um histórico 7 a 0, maior goleada da história do dérbi. Passados 287 dias do duelo, o resultado ainda reverbera e esquentou a prévia do North West Derby deste domingo (17).

Claro que o 7 a 0 foi pauta nas entrevistas que antecederam o clássico. O lado do Liverpool buscou uma narrativa de que a goleada sofrida trará um incentivo a mais para o United tentar vencer em Anfield hoje. O goleiro brasileiro Alisson falou que, se ele fosse jogador dos Red Devils, estaria animado e tentaria trazer essa empolgação aos companheiros.

– Eu estaria ‘pegando fogo’ [para o clássico] e tentaria colocar ‘fogo’ em meus companheiros também. Já joguei contra o Liverpool e sei o quão forte este time pode ser em Anfield. Perdi aquele jogo [com a Roma na Champions League de 2018] e não foi uma boa experiência em termos de resultado, mas este é o tipo de jogo que se quer disputar – falou o jogador a um grupo de jornalistas que foram ao CT antes do clássico.

– Como jogador de futebol, como atleta de elite, você tentará usar isso para se motivar. Não sei muito sobre os jogadores do Manchester United, então não sei o que eles vão fazer, mas tenho certeza que eles vêm aqui para tentar obter o resultado de nós. Estamos focados em conseguir os três pontos – finalizou Alisson.

As falas do goleiro se aproximaram das declarações do técnico Jurgen Klopp na entrevista coletiva prévia ao clássico. O alemão criticou a forma negativa que a imprensa trata a má fase dos Red Devils e isso pode ter um efeito de incentivo no vestiário adversário.

– Nunca gosto quando as manchetes sobre o United não são boas antes de jogarmos, porque é como ‘OK, então é o jogo onde eles podem consertar tudo’. Não acompanho o United de perto o suficiente para saber exatamente qual é o problema, mas vi que Erik ten Hag foi o técnico do mês no mês passado e vi que eles eram o time em boa forma no mês passado, então como pode estar tudo errado? Eu simplesmente não entendo isso. – desabafou Klopp.

O treinador dos Reds ainda foi questionado sobre a goleada anterior. Segundo Klopp, o resultado só ajuda para a próxima partida quem perdeu no jogo passado, e não aos vencedores daquele dia.

– E sim, sabemos que o 7 a 0 naquele dia foi um resultado estranho que acontece uma vez na vida. Se ajuda alguém no próximo jogo é o time que perdeu por 7 a 0 e não o time que venceu por 7 a 0. Se você levar tudo isso em consideração e apenas jogar um jogo de futebol contra o rival histórico do Liverpool em casa, em Anfield, isso por si só deve torná-lo um jogo especial e é isso que eu quero ver de nós, um jogo especial. Entender realmente a situação e dar tudo de si, é tudo que preciso – finalizou o treinador.

Manchester United Liverpool
A maior goleada do clássico entre Liverpool e Manchester United (Foto: Icon Sport)

Também na coletiva antes da partida, Ten Hag abordou o traumático 7 a 0. Ele afirmou que o time não estava com medo na última visita a Anfield e que o time fez um bom primeiro tempo naquele dia, quando estavam só um gol atrás do placar nos 45 minutos iniciais. Na etapa final veio a avalanche e o Liverpool marcou seis vezes.

O técnico holandês também se prendeu ao fato de que mudaram muitos jogadores na equipe adversária e mostrou certo otimismo para visitá-los hoje.

– Não vi na temporada passada que estávamos com medo lá. Foi uma experiência ruim, mas não é igual, você começa de novo. Jogamos muito bem no primeiro tempo e fomos derrotados logo após o intervalo, depois desmaiamos. Isso não pode acontecer, mas é no passado, é um time diferente e jogadores diferentes, pelo menos por um lado. Não vamos ignorar, mas estaremos confiantes e temos que lutar, desafiar e ir lá com a ideia, para nos prepararmos para vencer – argumentou Ten Hag.

A situação de Liverpool e Manchester United

O torcedor vermelho de Manchester deve ter pesadelos até hoje com o que aconteceu em 5 de março desse ano e a situação atual não traz otimismo para o jogo de hoje. Recém-eliminado da Champions League como lanterna do grupo A, os Red Devils vivem um dos piores inícios de temporada da história do clube, perdendo metade dos jogos até aqui em 2023/24 (12 revezes em 24 partidas).

Para piorar a situação dos comandados por Ten Hag, enfrentam apenas o líder da atual Premier League. Talvez ainda não seja aquele Liverpool com a pressão “Rock n’ Roll” de Klopp, mas é um time cada vez mais competitivo com um meio-campo renovado e um Mohamed Salah, como sempre, empilhando gols a cada rodada (já são 11 em 16 rodadas).

Os Reds lideram ou estão dentre os melhores entre várias estatísticas ofensivas e defensivas no Campeonato Inglês. Possuem o segundo melhor ataque do campeonato (36, média de 2,25 gols por jogo), são o segundo clube que mais cria chances (53), são quem mais finalizam (média de 17.5), e o quarto em posse de bola (59.9{62c8655f4c639e3fda489f5d8fe68d7c075824c49f0ccb35bdb79e0b9bb418db}) e em passes certos a cada rodada (496). Ainda ostentam a melhor defesa (ao lado do Arsenal, vazada 15 vezes). Os dados são do SofaScore.

Premier League
# Seleção J V E D +/- Pontos
1 Bournemouth

Bournemouth

0 0 0 0 0 0
1 Arsenal

Arsenal

0 0 0 0 0 0
1 Aston Villa

Aston Villa

0 0 0 0 0 0
1 Brentford

Brentford

0 0 0 0 0 0
1 Brighton

Brighton

0 0 0 0 0 0
1 Chelsea

Chelsea

0 0 0 0 0 0
1 Crystal Palace

Crystal Palace

0 0 0 0 0 0
1 Everton

Everton

0 0 0 0 0 0
1 Fulham

Fulham

0 0 0 0 0 0
1 Ipswich

Ipswich

0 0 0 0 0 0
1 Leicester

Leicester

0 0 0 0 0 0
1 Liverpool

Liverpool

0 0 0 0 0 0
1 Man City

Man City

0 0 0 0 0 0
1 Man Utd

Man Utd

0 0 0 0 0 0
1 Newcastle

Newcastle

0 0 0 0 0 0
1 Nottm Forest

Nottm Forest

0 0 0 0 0 0
1 Southampton

Southampton

0 0 0 0 0 0
1 Tottenham

Tottenham

0 0 0 0 0 0
1 West Ham

West Ham

0 0 0 0 0 0
1 Wolverhampton

Wolverhampton

0 0 0 0 0 0
Foto de Carlos Vinicius Amorim

Carlos Vinicius Amorim

Nascido e criado em São Paulo, é jornalista pela Universidade Paulista (UNIP). Já passou por Yahoo!, Premier League Brasil e The Clutch, além de assessorias de imprensa. Escreve sobre futebol nacional e internacional na Trivela desde 2023.
Botão Voltar ao topo