Inglaterra

Por que Joe Kinnear pode afundar o Newcastle outra vez

Quem nunca teve em seu time um dirigente paspalhão, que tinha alta rejeição com torcida e atletas, mas que por alguma razão continuava firme e forte no seu emprego em meio a graves crises? Pois é, o Newcastle parece estar disposto a insistir numa persona non-grata na Inglaterra, quatro anos depois de enfrentar um rebaixamento doloroso em 2009 sob o comando do ídolo Alan Shearer.

Mas calma, a culpa não foi bem de Shearer naquele caso, já que ele assumiu o time no lugar do próprio Kinnear que realizou uma campanha horrível e ainda precisou abandonar o esporte temporariamente em virtude de um infarto. Eis que em 2013 os Magpies anunciam a contratação do mesmo Kinnear como diretor esportivo, mandando mais do que o treinador Alan Pardew. Na última edição da Premier League, a equipe contratou aos montes e patinou, ficando muito próxima de um novo descenso.

Sem mais delongas, daremos algumas razões para mais um naufrágio dos Magpies na gestão de Kinnear.

Queda de braço com Shearer

Sem mais contextualizações, vamos aos fatos: Joe nunca ganhou nada como técnico e é odiado pela torcida do Newcastle desde a desastrosa passagem em 2008, num dos primeiros passos para a queda. Não bastasse a péssima impressão deixada, ele abusa das declarações polêmicas e recentemente entrou numa queda de braço pública contra Shearer. Hoje comentarista, o ex-camisa 9 comentou que os Magpies viraram motivo de piada na Inglaterra com a nomeação de Kinnear para diretor esportivo. Possesso, o dirigente rebateu dizendo que Shearer não sabia nada da profissão de técnico e que nas mãos dele em 2009, o time caiu pelas tabelas em função de várias escolhas erradas.

Muito tempo fora do jogo

Fora isso, Kinnear não se envolveu com nenhum tipo de atividade no futebol desde 2009, pelos motivos citados ali em cima. A decisão do dono do Newcastle, Mike Ashley em investir alguém que está de certa forma obsoleto para mandar ainda mais do que o próprio técnico do time é pra lá de controversa.

Reação negativa da torcida

Antes de discutir a pauta de transferências da equipe para esta temporada, Kinnear tinha uma reunião marcada com um grupo de torcedores e se ausentou. A justificativa para ter dado o cano nessa reunião foi que Joe aguardava uma carona de Graham Carr, olheiro dos Magpies para Tyneside. Carr teve um imprevisto e não conseguiu passar na casa de Joe. Cerca de 230 torcedores aguardavam a presença do diretor esportivo para conversar sobre quem pode chegar nesta janela de agosto. No twitter e na caixa de e-mails de Kinnear, centenas de questionamentos foram feitos. Até agora, nada resolvido.

Péssima impressão por parte da imprensa

Durante uma entrevista na rádio inglesa Talksport, Kinnear se enrolou quando comentou sobre alguns colegas de trabalho e peças-chave no elenco do Newcastle. Trocou funções e citou jogadores como Shola Amenobee, Yohan Kebab e Hatem Ben Afre (Shola Ameobi, Yohan Cabaye e Hatem Ben Arfa), uma verdadeira trapalhada em cadeia nacional. Uma prova de que ele está bem inteirado nos assuntos do seu trabalho.

Na imprensa, quase todos os veículos conceituados fazem duras críticas a Kinnear como profissional e na forma como ele tem encarado sua exposição na mídia após ser nomeado como diretor esportivo do Newcastle. E sabemos que isso pode pesar e muito nas costas de Mike Ashley se o trabalho não der bons frutos em breve.

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo