Inglaterra

Político tem uma teoria sobre a fase do Liverpool: punição divina por apoiar os gays

Nada a ver com a lesão de Sturridge ou com a venda de Luis Suárez. Os erros defensivos em abundância também não entram na equação, nem a inadequação de Mario Balotelli ao time: o problema do Liverpool nessa temporada deriva de uma punição divina por ter, em 2012, patrocinado a parada gay da sua cidade. Essa é a opinião absurda e homofóbica do político de extrema-direita Paul Rimmer, possível candidato a prefeito de Liverpool nas eleições de 2016.

LEIA MAIS: Por que “bicha” é xingamento?

Rimmer escreveu em seu Facebook: “Da Bíblia, a Sodomia contamina a nação. Aqueles que a promovem serão punidos e expulsos da terra. Levíticos, 18:23. Em 2012, Liverpool patrocinou a parada gay da cidade. Se não se arrependerem, continuarão sob maldição. Todos sabem que a homossexualidade é errado, mas agora precisamos fingir que é boa e normal e qualquer um que aponte sua perversão é malvado. Essa é uma doença profunda, moral e espiritual, pela qual nossa nação está passando”.

Não preciso dizer que o movimento LGBT de Liverpool ficou maluco com Rimmer. Entre condenações e repúdios, uma resposta foi perfeita porque não tem nada melhor para combater a ignorância do que a mais pura lógica. “O Manchester City tem um grupo pró-LGBT muito ativo chamado Canal Street Blues e isso não o impediu de ser campeão”, disse Paul Amann, representante do comitê LGBT da comunidade de torcedores do Liverpool.

Rimmer foi membro do Partido Conservador da Inglaterra antes de se juntar ao Partido Nacional Britânico. Em seguida, afiliou-se ao Partido Independente do Reino Unido, mas foi expulso depois de “dois ou três meses”, segundo o partido, por ter feito parte do BNP. Em 2012, foi preso por discutir com um policial porque não queria que a bandeira do arco-íris fosse hasteada no Dia Contra a Homofobia. Há dois anos, também tentou virar comissário de polícia de Merseyside e não conseguiu. Atualmente, é filiado do Partido Democracta Inglês.

“Basicamente, diz na bíblia que algumas formas de comportamento vão contra as leis de Deus e, portanto, Deus vai reagir a isso e amaldiçoar aqueles que o desobedecerem. Estou apenas repetindo o que diz na bíblia. Não é minha opinião, é o que a bíblia diz”, afirmou depois ao Liverpool Echo. Sim, ele insistiu no assunto e provavelmente fará isso por muito tempo ainda.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo