InglaterraPremier League

O Southampton fez um belo vídeo para exaltar sua fábrica de craques

O futebol de base do Southampton se consolidou nos últimos anos como um dos mais fortes da Inglaterra – ou até mesmo da Europa -, formando atletas que rapidamente têm ganhado seu espaço em clubes das principais ligas do continente. Maior exemplo disso é o atleta mais caro da história, Gareth Bale, hoje brilhando no Real Madrid, atual campeão da Champions League. A aposta no desenvolvimento de pratas da casa, para que ganhem uma chance na equipe principal e depois sirvam para fazer caixa, tem dado muito certo, e o reflexo disso é as duas boas campanhas na Premier League desde o acesso. Nada mais justo, então, que o time fizesse um vídeo bem produzido para evidenciar tudo isso.

VEJA TAMBÉM: Independentemente do contexto, o Liverpool não pode se apequenar na Champions

A primeira temporada no retorno à elite foi suficiente para a manutença, com a 14ª colocação em 2012/13. Na campanha seguinte, um salto no nível do time levou os Saints ao 8º lugar, com vários talentos despontando e, ao final da temporada, se transferindo para outros clubes, como Shaw para o Manchester United, Lambert e Lallana para o Liverpool e Chambers para o Arsenal. Para muitos seria o fim de um bom momento, mas graças à sua ótima formação de atletas, o clube se reinventou ainda mais eficiente, e até agora é o segundo colocado do Campeonato Inglês, com outros jogadores de potencial surgindo.

No vídeo feito para celebrar sua identidade formadora, o Southampton chamou alguns dos mais ilustres atletas que foram criados em suas categorias de base, para falar de suas experiências. O principal deles, claro, foi Bale, que relembrou o tempo no clube e deu sua visão sobre o trabalho feito pelos Saints na formação de novos talentos: “Quando lembro de quando joguei no Southampton, são todos momentos especiais, felizes. Desde que eu tinha nove anos, eles cuidaram de mim. Eles realmente tomam conta de cada passo na sua carreira, e, para mim, estar no Southampton foi a melhor educação no futebol que eu poderia ter. Acho que é provavelmente o único clube que consegue, consistentemente, seguir produzindo jovens jogadores assim. Sem passar por lá (Southampton), eu realmente acho que não estaria onde estou hoje.”

Matt Le Tissier, um dos melhores jogadores a passarem pela Premier League e com um currículo de 16 anos atuando pelos Saints, entre 1986 e 2002, também tem coisas interessantes a dizer. Considera que as condições que o clube dá para o desenvolvimento dos atletas é incrível e que, se mostrar serviço, qualquer um terá sua chance na equipe principal. “Se você não consegue se desenvolver como jogador aqui, acho que não conseguirá em qualquer outro lugar. E o ótimo do nosso clube é que, se você é bom o bastante, você ganhará sua chance no time principal”, diz o ex-jogador.

Walcott, que estreou com apenas 16 anos no Southampton e hoje faz parte da seleção inglesa, reconhece a sorte que teve de passar pelo clube, exalta a oportunidade que lhe foi dada entre os profissionais tão cedo e crava: “Ir para o Southampton foi uma das melhores escolhas que eu fiz na minha vida.”

PREMIER LEAGUE: Petr Cech faz cover de Foo Fighters na bateria

Talvez a declaração recente que mais ajude a elucidar a essência do caráter formador dos Saints tenha vindo do ex-diretor de categorias de base do clube, Matt Crocker. Em entrevista à revista Four Four Two no começo de outubro, explicou que, mesmo durante períodos de dificuldade financeira, a formação dos atletas nunca deixou de ser uma prioridade. “O clube tem uma filosofia de dar uma chance aos jogadores jovens. A porta tem que estar aberta para eles. Quando o clube teve problemas financeiros, a categoria de base ainda era do mesmo nível que costumava ser (nas décadas anteriores). Outros clubes com problemas financeiros normalmente cortam dinheiro das categorias de base, para economizar dinheiro, mas o Southampton nunca fez isso, disse Crocker.

INGLATERRA: Aston Villa cancela votação de melhor gol de outubro porque não fez nenhum

O início de campanha dos Saints é surpreendente, e é muito difícil afirmar que isso irá se manter. Mas uma certeza todos nós podemos ter: o Southampton é um dos clube mais sustentáveis do mundo. Tem conseguido manter um time altamente competitivo com pouco investimento em contratações certeiras, um olhar apurado para identificar talentos e, sobretudo, mantém sua filosofia por saber muito bem o que está fazendo, ter o know-how de como se lança um atleta com potencial para sua primeira grande chance como profissional.

O vídeo feito pelo clube naturalmente está em inglês e, infelizmente, não conta com legendas, mas vale a pena dar uma conferida.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo