Inglaterra

O Crawley Town, da quarta divisão, humilhou o Leeds United e ampliou sua lista de façanhas na FA Cup

O Crawley Town possui uma trajetória modesta, apesar dos 125 anos de história. O clube passou grande parte de sua existência militando em ligas regionais e ascendeu à Football League apenas em 2011. Apesar de uma passagem rápida pela terceira divisão, os Red Devils se acostumaram a figurar na League Two, o quarto nível do Campeonato Inglês. E não foram essas limitações que impediram o Crawley de protagonizar algumas façanhas na Copa da Inglaterra, a última delas registrada neste domingo. Os nanicos foram capazes de eliminar um adversário da primeira divisão, o Leeds United. Aliás, não foi uma vitória qualquer dos azarões, mas um sonoro 3 a 0 sobre o time de Marcelo Bielsa dentro do Estádio Broadfield.

O Crawley Town foi fundado em 1896, mas apenas em 2005 tornou-se completamente profissional. A transformação quase faliu o clube, que enfrentou sérios problemas financeiros pela má gestão de seus donos e levou algum tempo para se recuperar. No entanto, os Red Devils cresceram na virada da década. O clube chegou a experimentar uma grande campanha na FA Cup em 2010/11, quando eliminou o Derby County e só caiu nas oitavas de final, derrotado por um magro 1 a 0 contra o Manchester United em Old Trafford. No mesmo ano, o Crawley também conquistou o inédito acesso à League Two. E teria mais em 2011/12, com nova caminhada às oitavas da Copa da Inglaterra, passando pelo Hull City e só caindo para o Stoke City. Os Reds também emendaram o segundo acesso consecutivo, chegando ao seu ápice na League One.

Diante do crescimento rápido, o Crawley Town não durou tanto na terceirona e voltou à quarta divisão após três temporadas. Os Red Devils também não iriam tão longe na FA Cup de novo e, nos últimos cinco anos, se acostumaram a frequentar a parte inferior da tabela na League Two. Isso até a Copa da Inglaterra conceder nova chance e o clube relembrar seus melhores momentos na atual temporada. O Crawley eliminou Torquay United (quinta divisão) e o rival Wimbledon (terceira divisão), até ganhar o direito de desafiar o Leeds United.

O favoritismo óbvio era do Leeds, diante das boas vitórias do time de Marcelo Bielsa neste retorno à Premier League. O treinador poupou titulares na visita a West Sussex, mas ainda contou com nomes do calibre de Rodrigo Moreno, Pablo Hernández e Kalvin Phillips. Acabou surpreendido pelos anfitriões. Durante o primeiro tempo, o Leeds permaneceu mais presente no ataque e dominava a posse de bola de maneira pouco produtiva. O Crawley só não abriu o placar aos 40 porque Kiko Casilla fez uma defesa sensacional. E, na segunda etapa, os Reds amassaram os Whites.

Se Bielsa não parecia contente com seu time, ao gastar três alterações logo na volta do intervalo, a coisa ficaria pior. O primeiro gol foi anotado logo aos cinco minutos, pelo cipriota Nick Tsaroulla – que passou pela base do Tottenham e disputava apenas seu sétimo jogo como profissional. O meia deixou zonza a marcação com seus dribles e, depois de passar por quatro, soltou um tiro cruzado que Casilla não pegou. Três minutos depois, Tom Nichols lançou e Ashley Nadesan bateu por baixo do goleiro para ampliar. E mesmo com Bielsa gastando suas duas últimas substituições aos 13, o Crawley seguiu na pressão até anotar o terceiro aos 25. Depois de uma cobrança de falta, Jordan Tunnicliffe fuzilou após rebote de Casilla.

Poderia ter sido mais, não fosse a demora de Max Watters numa conclusão após saída errada de Casilla. E a humilhação do Leeds ficou completa no finalzinho, quando Mark Wright entrou em campo. Com passagens por Arsenal e Tottenham na base, o lateral fez uma carreira modesta até 2011, rodando por clubes semiprofissionais da Inglaterra. Ao longo da última década, Wright ganhou fama como subcelebridade em programas de TV, sobretudo reality shows. Em dezembro, aos 33 anos, ele acertou seu retorno ao futebol depois de quase dez anos, num negócio midiático do Crawley Town. Sua estreia aconteceu exatamente neste domingo.

Apesar da substituição curiosa, o Crawley Town merece elogios pela temporada que faz na League Two, ocupando a sexta colocação. O time acumula uma sequência invicta de oito jogos e amplia sua série de façanhas na FA Cup, com a primeira vitória contra um adversário da Premier League. Os Red Devils ainda aguardam seus oponentes nos 16-avos de final, com o sorteio nesta segunda. Já o Leeds merece críticas pela tarde desastrosa. Ocupando o 12° lugar na Premier League, o time volta a campo para enfrentar o Brighton na próxima rodada.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo