InglaterraPremier League

Novo protesto contra preço de ingressos na Premier League contou com todas as torcidas

Como era esperado, esta temporada do futebol inglês tem sido marcada pelas frequentes reivindicações de queda no preço dos ingressos na Premier League. O novo acordo firmado entre a liga e a Sky Sporst e a BT Sport, pelos direitos de transmissão do torneio por três anos, apenas deu aos torcedores mais um forte argumento para que suas demandas fossem atendidas. A estratégia agora é ter foco. Os fãs sabem o que querem, item a item, e vão até aos dirigentes da liga para exigir isso, com todos os times representados.

VEJA TAMBÉM: Por que a dura de Gabriela Moreira no torcedor do Palmeiras é importante

Nesta quinta-feira, os dirigentes da Premier League se reuniram em um hotel em Londres, onde o diretor executivo da entidade, Richard Scudamore, apresentou aos acionistas da liga uma carta em nome da Football Supporters’ Federation, entidade que busca proteger os direitos dos torcedores, e de grupos de torcidas de todos os 20 times do campeonato. Do lado de fora do hotel, torcedores pressionaram com faixas e gritos, lembrando os cartolas de que estão por perto.

“Torcedores visitantes geram muito da atmosfera, frequentemente estusiasmando o torcedor anfitrião. Eles estão entre os torcedores mais leais, frequentemente viajando longas distâncias, em tempos difíceis, ao mesmo passo em que são frequentes torcedores da casa e consumidores de mercadorias e pacotes de TV, também. Nos últimos anos, no entanto, houve uma queda no número de torcedores visitantes, e isso tem muito a ver com o preço alto dos ingressos. É por isso que a Football Supporters’ Federation tem feito campanha sobre a ideia de ‘Twenty’s Plenty’ (‘20 é o bastante’), buscando que o preço máximo de um ingresso para visitantes seja de £ 20 por jogo. Estimamos o custo disso por volta de £ 20 milhões por temporada, na liga, um número modesto dentro do contexto do novo acordo de televisão”, diz parte da carta da FSF.

Torcedores manifestaram-se durante a reunião dos dirigentes
Torcedores manifestaram-se durante a reunião dos dirigentes

Dentro da campanha Twenty’s Plenty, os quatro argumentos principais são que: cada clube da Premier League reserve £1 milhão por temporada para subsidiar a baixa no preço dos ingressos de visitantes para sua respectiva torcida; um trabalho em conjunto com torcedores em cada clube seja feito para determinar qual a melhor maneira de gastar esse £1 milhão; fim da arbitrariedade na determinação dos ingressos para visitantes de acordo com qual time será o visitante; padrão fixo de preços e lugares para torcedores visitantes, sem diminuição na carga de ingressos ou realocação de setor para os visitantes.

A objetividade das demandas dos torcedores torna mais fácil que suas vozes sejam ouvidas. Frequentemente algumas pessoas levam a jogos faixas com frases de efeito contra a ganância dos clubes e das ligas, e isso é importante por manter em evidência a discussão, mas não é uma demanda real, em si. A partir do momento em que esses setores deixam claro exatamente o que querem, a briga para conseguir isso acaba simplificada. O argumento óbvio dos clubes é de que precisam de dinheiro para as contratações,  mas o salto de £ 3,01 bilhões para £ 5,13 bilhões no novo acordo tornam esse argumento simplesmente cretino e desligado da realidade. Que a pressão dos torcedores não deixe esse discurso ser aceito.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo