Inglaterra

No Burnley desde 2012, técnico Sean Dyche renova contrato até 2025

Com dois acessos e um título da segundona, um rebaixamento e uma ida à Liga Europa, Sean Dyche já é o terceiro técnico com mais jogos pelo Burnley na história

Um dos técnicos mais longevos do futebol atual renovou o seu contrato para aumentar ainda mais seus números. Sean Dyche renovou com o Burnley até 2025 e, caso complete o contrato, completará 13 anos à frente dos Clarets. Ele é o técnico há mais tempo no cargo na Premier League. Esta é a sexta temporada seguida do clube na primeira divisão e é a menor cidade representada na liga, com uma população estimada de 89 mil pessoas.

“É bom poder completar esse acordo e agora olhar para frente, para o futuro deste clube, em sua constante evolução. Tenho forte afinidade com a área e nossos torcedores depois de tantos anos aqui e estou ansioso para colocar o trabalho duro necessário para mover o clube na direção certa”, disse Dyche ao site do clube.

“Foi um verão importante para nós e adicionar talento e profundidade ao time, mas o trabalho não para aqui. Como clube, estamos desenvolvendo e melhorando jogadores e o ambiente que promovemos aqui é muito importante para isso”, continuou o técnico.

“Estou ansioso para continuar desenvolvimento este ambiente e trabalhar com um grande grupo de jogadores e membros da comissão técnica para construir um relacionamento positivo com os nossos novos donos, que são liderados por Alan”, comentou Dyche sobre o presidente do Burnley, Alan Pace. O técnico se referiu também aos novos donos, um grupo americano que comprou os Clarets no começo de 2021 e promete apoiar Dyche para construir um clube ainda melhor.

“Como já falei antes, somos grandes fãs do que Sean conseguiu neste clube. Estamos muito satisfeitos de poder oferecer a Sean o apoio no mercado de transferências neste verão e continuar a evolução deste time, como parte de uma estratégia mais ampla de crescimento do clube”, afirmou o presidente do Burney, Alan Pace.

“Foi importante para todo mundo colocar no papel este acordo e olhar para o futuro do clube a começar por esta temporada da Premier League. Estou ansioso para trabalhar de forma próxima com Sean e sua equipe com o passar das temporadas, já que buscamos subir o nível e construir fundações sólidas do que já foi feito nos últimos nove anos”, disse ainda o dirigente.

Dois acessos, um rebaixamento e uma vaga na Liga Europa

O técnico assumiu o comando do Burnley depois de Eddie Howe em outubro de 2012. Naquela temporada, o clube terminou em 11º na Championship, segunda divisão inglesa. Na sua primeira temporada completa, levou o time ao acesso à primeira divisão com o segundo lugar, mesmo com um elenco com poucas opções e um orçamento mais baixo que os concorrentes.

Na sua primeira temporada na Premier League, o time não aguentou o tranco. Ficou em 19º lugar, penúltimo, e voltou à segunda divisão. Mais uma vez, o time conseguiu uma grande campanha na segundona e, desta vez, subiu como campeão em 2015/16, com 26 vitórias, 15 empates e cinco derrotas nos 46 jogos, totalizando 93 pontos. Uma campanha espetacular.

Desta vez, o time esteve mais preparado. Subiu e, na primeira temporada, sofreu, mas escapou do rebaixamento com um 16º lugar. Daí em diante, as coisas melhoraram. Em 2017/18, terminou em sétimo lugar, o que levou a uma vaga em competição europeia. Um feito histórico para o clube. Tanto que Sean Dyche virou nome de bar na cidade. A campanha europeia, na temporada seguinte, não foi boa e caiu ainda na fase preliminar.

O técnico seguiu comandando o clube e mantendo o Burnley na primeira divisão inglesa com um 15º lugar em 2018/19, 10º em 2019/20 e 17º em 2020/21. Para o Burnley, estar na Premier League é uma vitória e o técnico Sean Dyche consegue entregar um time competitivo que os mantém por ali, mesmo com muitas dificuldades ano após ano.

O terceiro técnico com mais jogos comandando o Burnley

Sean Dyche já figura como um nome histórico da equipe. Ele é o terceiro treinador a comandar mais jogos, 396 até aqui e contando. Dyche só está atrás de dois técnicos históricos do Burnley em número de jogos. Harry Potts é quem mais dirigiu o clube, com 605 partidas. Foi o técnico que conquistou o título inglês em 1959/60. Comandou o clube de fevereiro de 1958 a fevereiro de 1970.

O segundo técnico com mais partidas é John Haworth, que comandou o clube de julho de 1910 a dezembro de 1924. São 464 partidas, com um acesso da segunda à primeira divisão e um título da Copa da Inglaterra, em 1913/14. Conquistou também um título da primeira divisão em 1920/21.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo