Inglaterra

Naismith sai do banco para anotar sua tripleta e agravar a crise do Chelsea

O Chelsea demorou 37 rodadas para sofrer três derrotas no último Campeonato Inglês. Foi apenas no penúltimo jogo da Premier League, contra o West Brom, fora de casa, e o time de José Mourinho já havia conquistado o título com folgas. A diferença com a atual edição é gritante. Em cinco rodadas, o atual campeão já perdeu três vezes, a última delas neste sábado, para o Everton, por 3 a 1, com requintes de crueldade.

LEIA MAIS: Lampard fez tantas vítimas na Premier League que nem lembra o nome delas

Porque quando a coisa vai mal é assim mesmo. O algoz do Chelsea, o autor dos três gols, não deveria estar em campo, pelo menos não desde os 9 minutos do primeiro tempo. Mas Muhamed Besic sofreu uma lesão na coxa e foi substituído por Steven Naismith. O escocês, reserva nas quatro primeiras rodadas, nas quais passou em branco, marcou aos 17. Novamente aos 22. E mais uma a oito minutos do fim.

Foi a primeira vez que um jogador do Everton fez três gols em um mesmo jogo de Premier League desde Louis Saha, em fevereiro de 2011. Foi também nesse ano a última vez que o Chelsea levou uma tripleta de um jogador do Inglês: em outubro, Van Persie marcou três vezes com a camisa do Arsenal na vitória por 5 a 3.

A defesa do Chelsea costumava ser um ponto forte da equipe nos seus melhores momentos. Foi assim no título da Champions League com Roberto Di Matteo, e também nos dois primeiros títulos ingleses sob o comando de José Mourinho. No primeiro, em 2004/05, por exemplo, sofreu apenas 15 gols, três a mais do que todos que levou nas cinco primeiras rodadas da atual edição. Com 12, o Chelsea tem a pior defesa da Premier League no momento, com dois a mais que o Sunderland e quatro a mais que o Norwich. Todos ainda jogam neste final de semana.

Mourinho perdeu Courtois na data Fifa, mas não pode colocar os gols na conta de Begovic. O sistema defensivo inteiro foi mal nos tentos de Naismith. No primeiro, o escocês recebeu dentro da área, entre Zouma e Terry, sem ser incomodado. No segundo, Ivanovic bloqueou quase deu as costas ao chute de fora da área de Naismith. No terceiro, a ele apareceu livre nas costas da zaga.

Mourinho tem uma bomba na mão para desarmar. Precisa recuperar jogadores importantes, como Diego Costa e Fábregas, que não fazem um bom início de temporada. Mas o começo tem que ser na defesa, para recuperar a segurança e a confiança para voltar a ser um time competitivo.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo