Inglaterra

Manchester United encerra novela e define futuro de Ten Hag

Título da Copa da Inglaterra pesa, e diretoria dos Red Devils opta pela manutenção do técnico holandês

Depois de uma temporada de altos e baixos, que foi decepcionante durante a maior parte do tempo mas terminou com o título da Copa da Inglaterra, o futuro de Erik Ten Hag no Manchester United era uma incógnita.

E, quando tudo apontava para a saída do holandês, o que parecia impossível se tornou realidade: Erik Ten Hag vai ficar no United.

Segundo o The Athletic, a alta cúpula dos Red Devils, após semanas de indefinição, bateu o martelo sobre o tema e decretou a permanência do técnico holandês.

A situação de Ten Hag era uma incógnita para todos. Criticado por boa parte da torcida do Manchester United, o treinador de 54 anos terminou a temporada com um alento: a conquista da Copa da Inglaterra — diante do poderoso Manchester City.

Antes da final, a imprensa inglesa dava como certa a saída de Ten Hag — citando inclusive que a demissão aconteceria independente do resultado da decisão. Não foi o que aconteceu. O United fez jogo sólido em Wembley, bateu o rival local e o holandês manteve seu emprego.

Vale destacar que o contrato de Ten Hag vai até junho de 2025, com opção de prorrogação por mais 12 meses. Ainda de acordo com o The Athletic, clube e treinador entrarão em discussão sobre a extensão desses termos.

Manchester United chegou a sondar possíveis substitutos

Após bater o City e conquistar o título da Copa da Inglaterra, a diretoria do Manchester United realizou uma revisão da temporada 2023/24, incluindo o desempenho de Ten Hag à frente da equipe.

Antes de definir a situação do holandês, o United sondou cinco técnicos como possíveis substitutos:

  • Thomas Tuchel, ex-Chelsea e Bayern de Munique
  • Mauricio Pochettino, ex-Chelsea
  • Roberto de Zerbi, ex-Brighton
  • Thomas Frank, do Brentford
  • Kieran McKenna, do Ipswich Town

A decisão de manter Ten Hag no cargo foi tomada pelo coproprietário do United, Sir Jim Ratcliffe, em conjunto com o diretor esportivo da INEOS, Sir Davi Brasilsford.

Thomas Tuchel foi considerado pelo Manchester United (Foto: Icon Sport)

Sob o comando de Ten Hag, United amargou temporada para esquecer

Na última temporada, o Manchester United registrou sua pior colocação na era Premier League — desde 1992/93. O clube terminou em oitavo lugar, com 60 pontos conquistados — 18 vitórias, seis empates e 14 derrotas.

Também foi a primeira vez que os Red Devils fecharam uma temporada com saldo de gols negativo desde 1990. Além disso, a marca de 58 gols sofridos na Premier League 2023/24 é a pior do clube de Manchester de 1978/79 para cá.

Na Champions League, Ten Hag e companhia passaram vergonha. Em um grupo com Bayern de Munique, Copenhague e Galatasaray, o United amargou a lanterna e sequer conseguiu vaga para Liga Europa.

O título da Copa da Inglaterra, como citado, serviu de alento para o treinador holandês. Apesar do acúmulo de marcas negativas, ele enalteceu o próprio trabalho depois do triunfo em Wembley.

— Dois troféus em dois anos não é ruim, três finais em dois anos não é ruim. Se eles não me querem, então vou para outro lugar para ganhar troféus, porque é isso que eu faço — disse Ten Hag em entrevista após o título da Copa da Inglaterra.

Ten Hag em Old Trafford (Foto: Icon Sport)

Números de Ten Hag à frente do Manchester United

  • 114 jogos
  • 68 vitórias
  • 15 empates
  • 31 derrotas
  • 207 gols marcados
  • 156 gols sofridos
  • 64% de aproveitamento
  • 2 títulos conquistados (Copa da Liga Inglesa 2022/23 e Copa da Inglaterra 2023/24)
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo