Inglaterra

Liverpool contratou um candidato a substituto de Gerrard: James Milner

O Liverpool anunciou nesta quinta-feira que acertou a contratação do meio-campista James Milner, que estava no Manchester City, a custo zero. O jogador termina o seu contrato com os Citizens no próximo dia 30 de junho e será oficializado como jogador dos Reds no dia 1º de julho. Depois de um ano que não foi bom nem para o clube de Anfield nem para o jogador, a transferência é uma boa notícia para ambos. Milner tinha pouco espaço no clube de Manchester, enquanto o Liverpool faria bom uso de um jogador de ótimas qualidades técnicas para o meio-campo.

LEIA TAMBÉM: Nos 35 anos de Gerrard, por que não relembrar todos os seus gols pelo Liverpool?

Milner parece acreditar exatamente nisso. Segundo relatos da imprensa inglesa, ele teria recebido uma proposta de renovação do Manchester City com um bom salário, mas preferiu aceitar a proposta do Liverpool, um pouco inferior financeiramente, acreditando que poderá ter mais chances de jogar e ser importante. Um dos motivos é que Milner, por ser um jogador muito útil e tecnicamente versátil, pode atuar pelo centro do meio-campo, sua posição favorita, pelos lados, onde foi mais utilizado. Nesta temporada, chegou a jogar como lateral direito e até como atacante, por causa das lesões no Manchester City.

Aos 29 anos, Milner sabe que é um momento importante na carreira. É convocado com frequência para a seleção inglesa de Roy Hodgson, onde briga por uma posição no concorrido meio-campo. Uma conversa com Brendan Rodgers também teria ajudado. O treinador teria dado ao jogador segurança que ele seria mais utilizado no centro do meio-campo, sua posição preferida e onde o Liverpool perde um jogador titular na temporada, Steven Gerrard. Ele chega para aumentar as opções para o setor, que tem o agora capitão Jordan Henderson, Lucas Leiva, Joe Allen e Emre Can. Como nenhum desses outros nomes se firmou como substituto de Gerrard, Milner pode dar qualidade técnica e experiência para o setor.

Rodgers precisará reinventar o Liverpool na próxima temporada e poderá inclusive pensar em um meio-campo com três jogadores, com Milner, Henderson e um jogador mais marcador, como Lucas Leiva ou Joe Allen. Can, que foi muitas vezes utilizado como um zagueiro pela direita no esquema com três defensores de Rodgers já declarou anteriormente que quer brigar por uma posição no meio-campo, mas será preciso ver o seu desempenho por ali, onde ele claramente tem potencial, mas ainda não o demonstrou plenamente com a camisa dos Reds.

Milner é um jogador que fará falta ao Manchester City por ter potencial para ser combativo e criativo no meio-campo. Não é aquele que decidirá jogos para o time, mas é um jogador capaz de fazer o time jogar melhor. Em um time que foi tão inconsistente como o Liverpool nesta temporada, Milner tem tudo para dar certo. Bom para ele e para o Liverpool. Talvez melhor ainda para Roy Hodgson, que ganhará uma boa opção para a seleção jogando mais vezes.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo