Copa da InglaterraInglaterra

Juan Mata mostrou toda sua categoria para marcar o bonito gol que fez o United avançar na Copa da Inglaterra

Juan Mata é um certo mistério. Não é particularmente forte, nem particularmente rápido, mas tem uma carreira invejável, há mais de dez anos defendendo clubes como Valencia, Chelsea e Manchester United. O segredo é sua técnica muito apurada, como ficou comprovado mais uma vez, nesta quarta-feira, quando o meia espanhol anotou um bonito gol na vitória por 1 a 0 do Manchester United sobre o Wolverhampton, pelo replay da terceira rodada da Copa da Inglaterra.

[foo_related_posts]

Mata, 31 anos, não tem atuado muito. Titular na Liga Europa, tem apenas 13 participações em 22 rodadas da Premier League, seis desde o início. Mas pode ser útil em um Manchester United que aposta na juventude, e realmente o foi para desempatar o confronto contra o Wolverhampton, que havia terminado sem gols no jogo de ida no Molineux.

As primeiras boas ações ofensivas do jogo foram do Wolverhampton, especialmente o lindo drible que Raúl Jiménez deu em três jogadores do United para ficar cara a cara com Sergio Romero. Mas acabou finalizando muito fraco. Antes dos dez minutos, Pedro Neto chegou a colocar a bola nas redes, depois de Fred inexplicavelmente carimbar Matic e Jiménez bater a carteira de Maguire. No entanto, a bola tocou no braço do atacante mexicano e, segundo a nova orientação, isso anula imediatamente qualquer gol.

O Manchester United respondeu com dois chutes de fora da área, sem grande perigo, mas Juan Mata, à média distância, exigiu boa defesa de John Ruddy. A grande chance dos donos da casa saiu com Daniel James, que amaciou um lançamento e ficou cara a cara com o goleiro, que conseguiu outra grande intervenção.

Mata testou Ruddy novamente, e Daniel James descolou um chute rasteiro que passou muito próximo. E aos 22 minutos do segundo tempo, Maguire lançou da defesa, e o quique da bola enganou Conor Coady. Martial dominou, tirou Romain Saïss com um drible e lançou para Mata. O espanhol avançou e, cara a cara com Ruddy, mostrou toda a sua categoria com um toque por cobertura para fazer o único gol do jogo.

Em uma temporada de altos e baixos, especialmente em termos de desempenho, o Manchester United se mantém na Copa da Inglaterra, uma chance real de título, e a vitória sobre os Wolves tem um gostinho especial porque, na temporada passada, foi justamente contra os homens de Nuno Espírito Santo que o United foi derrotado.

.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.