Inglaterra

“John Terry seria perfeito para o Aston Villa”, diz ex-técnico do clube, Tim Sherwood

O Aston Villa vive um momento difícil na sua história, afundado na segunda divisão. Depois do rebaixamento na temporada 2015/16, o clube fez uma campanha apenas intermediária na temporada 2016/17 e ficou apenas em 13º lugar na segundona inglesa. É um dos clubes especulados como destino de John Terry, 36 anos, eterno capitão doa Chelsea e que deixou o clube depois do fim do seu contrato. O ex-técnico do Villa, Tim Sherwood, afirmou que a ida do zagueiro para o clube seria um casamento perfeito.

As especulações ficaram mais fortes porque Terry foi visto jogando golfe com o técnico Steve Bruce, que dirige o Aston Villa. Terry recebeu uma proposta oficial do Birmingham, rival do Villa e treinado atualmente por Harry Redknapp, ex-Tottenham.

“Eu acho que seria um casamento muito bom. John é um excelente profissional, não apenas pelo que ele traz em campo, mas também o que ele leva ao vestiário”, afirmou Sherwood, em entrevista à Sky Sports. “Ele fará outros jogadores melhores ao redor dele. Eles precisam de alguns líderes e certamente não há líderes maiores que John Terry”, afirmou ainda o ex-treinador.

“Todo clube precisa dessas personalidades, certamente um clube enorme como o Aston Villa com uma base de torcedores que eles têm. Certamente John não sentiria que está indo para um clube menor”, disse ainda Sherwood, que atualmente exerce o cargo de diretor de futebol do Swindon Town, time da League One, a terceira divisão inglesa.

Terry é um símbolo do Chelsea. Começou a carreira na base do West Ham, mas foi ainda na base para o Chelsea. Foi lá que se profissionalizou, em 1998. Só jogou com outra camisa um curto período, em 2000, quando foi emprestado por meia temporada para o Nottingham Forest. Se tornou titular e capitão. Foi capitão também da seleção inglesa. Terá que recomeçar em outro clube aos 36 anos e parece haver muitos interessados no serviço do jogador.

Resta saber se Terry consegue ser o grande zagueiro que já foi atuando em outro clube.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo