Inglaterra

Inglês com câncer terminal escala o Everest e finca bandeira de clube rival por doação à caridade

A história de Ian Toothill, por si, já possui um exemplo de superação imensa. Após vencer um câncer de intestino em 2015, o inglês descobriu que teve uma recaída. A doença voltou mais forte e, sem que os tratamentos surtissem efeito, os médicos deram poucos meses de vida ao personal trainer de 47 anos. Toothill, entretanto, se recusou a esperar a morte chegar. Tornou-se o primeiro doente terminal de câncer a escalar o Monte Everest, alcançando o ponto mais alto do mundo na última segunda. Uma conquista que não se limitaria a si.

Torcedor fanático do Sheffield Wednesday, tradicional clube que atualmente milita na segunda divisão do Campeonato Inglês, Toothill foi desafiado por um amigo a fincar no cume a bandeira do rival Sheffield United, campeão da terceirona na atual temporada. Conforme o combinado, o colega doará £1 mil a uma instituição de caridade voltada ao atendimento de pessoas com câncer. Além disso, dos £31,5 mil arrecadados por Toothill para a viagem, o excedente também se transformará em doações à Macmillan Cancer Support.

Na próxima temporada, Wednesday e United voltam a disputar o Dérbi de Sheffield pela primeira vez desde 2012, quando ambos figuravam na terceira divisão inglesa. Bela oportunidade para homenagear Toothill, um verdadeiro herói da cidade e fonte de inspiração a qualquer um. Tomara, com o personal trainer presente em campo.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo