Inglaterra

Inglaterra perde, mas gol de Vardy evidencia que o ataque segue em sintonia

A Inglaterra tem que colocar freios na animação, às vésperas da Eurocopa de 2016, para evitar mais uma grande decepção, e nada melhor para isso do que uma derrota, de virada, em Wembley, para uma seleção que nem está classificada para o torneio francês. Ganhar de França, Alemanha e Holanda na sequência, mesmo em amistosos, deixaria todo mundo impossível naquela ilha, e geralmente, quanto maiores as expectativas sobre a seleção inglesa, maior a sua queda. A vitória sobre os holandeses era naturalmente desejável, mas a derrota por 2 a 1 não foi terrível.

LEIA MAIS: Um ano depois de virar ponto turístico, Leicester é o centro das atenções do futebol inglês

Até porque evidenciou que o ataque segue em sintonia. Depois dos dois belos gols contra a Alemanha, no último sábado (um de Vardy, outro de Kane), Vardy, desta vez titular e camisa 10, completou outra linda jogada da Inglaterra. Lallana dominou na entrada da área, deu um belo drible para o lado e abriu para Kyle Walker. O lateral direito deu a assistência para o atacante do Leicester apenas empurrar a bola ao gol.

 

Vardy não havia marcado nenhum gol pela seleção inglesa até marcar contra Alemanha e Holanda, em jogos seguidos, e vai se firmando como uma boa opção para o técnico Roy Hodgson, que ainda tem Kane, Sturridge e Rooney.

Por outro lado, a defesa não está nada boa. A impressão era que o grande problema nesta partida foi ficar em pé. Stones escorregou em lance anterior ao pênalti cometido por Danny Rose e Jagielka precedeu sua queda com uma hilária cambalhota em jogo de corpo com Janssen no segundo gol.

 

A Inglaterra tem pontos a serem consertados, mas sai com um balanço positivo das últimas duas datas Fifa. Perdeu de Espanha e Holanda, mas conseguiu boas vitórias sobre França e Alemanha. Tem motivos para ficar animada para a Eurocopa, desde que consiga controlar as expectativas.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo