Inglaterra

Guardiola surpreende ao falar da campanha do Man City na temporada

Eliminado da Champions League, Manchester City de Guardiola luta pelos títulos da Premier League e Copa da Inglaterra

O Manchester City entra em campo neste sábado (20), para enfrentar o Chelsea, em Wembley, pela semifinal da Copa da Inglaterra. Na última sexta-feira (19), Pep Guardiola concedeu entrevista coletiva e, além da partida contra os Blues, abordou temas pertinentes relacionados ao atual momento dos Citizens. Dentre as declarações, uma aspa em especial do técnico espanhol chamou a atenção.

Guardiola admitiu que não esperava que o City estivesse na posição em que se encontra atualmente, mas não deixou de elogiar o desempenho de sua equipe ao longo da temporada. Eliminado da Champions League na última quarta-feira (17) pelo Real Madrid, o clube de Manchester segue vivo na Premier League, competição na qual pode conquistar um tetracampeonato inédito, e na Copa da Inglaterra.

O que disse Pep Guardiola?

– Completamente. Completamente. Não esperava. Não esperava no geral, sinceramente em outubro/novembro o nível estava bom. Lembro-me claramente do jogo contra Crystal Palace, Tottenham e Liverpool – empates. Em muitos jogos estivemos excelentes. Não foi um ponto de virada antes do Mundial de Clubes, tivemos altos e baixos, isso é normal. (Eu sei) O nível de consistência, os adversários, nossos adversários após seis, sete anos lá, eu conheço esse sentimento, eles pensam nisso.

– Todos os dias faça o seu trabalho. Ainda estamos lá, um mês até o final da temporada, um jogo, potencialmente dois na FA Cup (Copa da Inglaterra), seis na Premier League. Incluímos isso, queremos muito tentar fazer isso de novo e não interromper nosso sonho.

Como se deu a eliminação na Champions League?

Nas quartas de final da Champions League, o Manchester City encontrou um velho conhecido: o Real Madrid. No jogo de ida do mata-mata, realizado no Santiago Bernabéu, os ingleses saíram na frente logo aos dois minutos, com Phil Foden. Entretanto, não demorou muito para levarem a virada. Rúben Dias (contra) e Rodrygo marcaram e colocaram o clube merengue em vantagem.

Veio o 2º tempo, e o City mostrou resiliência. Foden e Gvardiol balançaram as redes e viraram a partida. Não por muito tempo, já que Valverde, com um chute de rara felicidade, decretou o 3 a 3.

No duelo de volta, disputado no Etihad Stadium, Rodrygo abriu o placar para o Real Madrid aos 12′. Nas cordas e precisando reagir, o Manchester City se atirou ao ataque e, depois de muita insistência, conseguiu o empate aos 29 minutos do 2º tempo. De Bruyne marcou e forçou a prorrogação. Nada aconteceu no tempo extra, e o confronto teve de ser decidido nos pênaltis. Substituto de Courtois (lesionado), o goleiro ucraniano Andriy Lunin defendeu duas cobranças e garantiu a classificação dos madridistas.

Situação do Manchester City na Premier League

Atual tricampeão da Premier League, o Manchester City busca o tetra na atual temporada, algo até então inédito na história do futebol inglês. Com 73 pontos conquistados, dois à frente de Arsenal (vice-líder) e Liverpool (terceiro colocado), a equipe de Pep Guardiola assumiu a ponta da tabela no último fim de semana, ao bater o Luton Town e contar com tropeços de seus concorrentes.

Uma vez líder, o City depende das próprias forças para ser campeão inglês pela quarta vez consecutiva. O próximo compromisso do time de Manchester na Premier League está marcado para quinta-feira (25), quando encara o Brighton, a partir das 16h (horário de Brasília), no Falmer Stadium.

Rodadas finais do City na Premier League

  • Brighton x Manchester City – 25/04
  • Nottingham Forest x Manchester City – 28/04
  • Manchester City x Wolverhampton – 04/05
  • Fulham x Manchester City – 11/05
  • Tottenham x Manchester City – 14/05
  • Manchester City x West Ham – 19/05
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo