Inglaterra

Goleiros em desgraça no Watford, que encara playoffs

Quando não é pra ser, não tem jeito. O Watford não entrou na última rodada da Segunda divisão inglesa para conseguir o acesso direto por meio da segunda colocação na tabela. Tudo conspirava contra os Hornets desde antes da bola rolar no Vicarage Road. Fora da Premier League desde 2006-07, o clube que já foi presidido por Elton John precisa superar seu próprio azar se quiser estar entre os 20 melhores da Inglaterra em 2013-14.

A começar pelo desfalque de última hora do goleiro titular Manuel Almunia (sim, aquele), a equipe que ocupava a terceira posição no campeonato entrou em campo diante de sua torcida com a dura missão de vencer e torcer por um tropeço do Hull City diante do Cardiff, já laureado com o título e a promoção.

Não bastasse a adversidade no próximo elenco, os ventos do destino não sopraram a favor do Watford, que perdeu para o Leeds em seus domínios por 2 a 1, fora os contornos dramáticos que envolveram o confronto. Da arquibancada, Almunia se juntou aos torcedores no sofrimento para tentar garantir o acesso sem necessidade de encarar os temidos playoffs em Wembley. Além dos Hornets, o Brighton, Crystal Palace e Leicester estarão disputando jogos eliminatórios para decidir quem dos quatro pegam a terceira e última vaga na próxima edição da Premier League.

Três goleiros e apenas um final possível: a derrota

Todo esse drama poderia ter sido evitado dentro de campo, já que o Leeds não brigava por mais nada na tabela. Nem pelo acesso, nem pelo rebaixamento. Isso deveria ter confortado a equipe treinada por Gianfranco Zola, mas no frigir dos ovos, o Watford tinha bem mais do que um time de 11 jogadores como adversário na tarde do Vicarage Road.

Jonathan Bond, arqueiro reserva dos Hornets, teria de ser o responsável por proteger a meta do time da casa diante dos Whites. Porém, aos 24 minutos, o destino pregou a primeira peça na equipe comandada por Zola. Bond levou a pior no choque com o atacante do Leeds, Poleon, e ficou sem condições de retornar ao duelo. Foi substituído aos 25 do primeiro tempo por Jack Bonham, de apenas 19 anos.

O que já era ruim, piorou. Aos 42 do primeiro tempo o Leeds abriu o placar com Poleon, numa falha de Bonham. Abdi empatou nos acréscimos antes do intervalo e até deu um fio de esperança aos torcedores locais. Nervoso com o resultado, o time do Watford abusava das entradas violentas e durante a etapa complementar teve Troy Deeney expulso por uma falta exagerada.

O castigo maior veio mais uma vez no tempo extra. Com cinco minutos por jogar além dos 45 regulamentares, o Leeds foi às redes com McCormack, destruindo o sonho dos Hornets de retornar à elite já neste sábado. E adivinha só, em mais uma falha de Bonham.

Hora de separar os homens dos meninos

Agora é a hora da verdade. Na semana que vem os dois confrontos dos playoffs definirão quem é que estará em Wembley no dia 27 de maio, em busca da vitória que resultará no acesso à Premier League. O formato é de ida e volta nos dias 9 e 10, antes da grande decisão. Watford (x Leicester) e Brighton (x Crystal Palace), de melhor campanha entre os quatro, terão o privilégio de resolver a situação jogando em casa.

Playoffs inglaterra 2a divisão

Mostrar mais

Felipe Portes

Felipe Portes é editor-chefe da Revista Relvado, zagueiro ocasional, ex-jornalista, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Bloqueador detectado

A Trivela é um site independente e que precisa das receitas dos anúncios. Considere nos apoiar em https://apoia.se/trivela para ser um dos financiadores e considere desligar o seu bloqueador. Agradecemos a compreensão.