Champions LeagueEuropaInglaterra

Difícil? Chelsea mete 4 no Nordsjaelland

Conforme o esperado, o Chelsea goleou o Nordsjaelland. A sensação de vitória ampla, porém, fica limitada apenas ao placar. Jogando em Copenhague, os dinamarqueses deram muito trabalho aos atuais donos da Champions, que só conseguiram construir o triunfo por 4 a 0 graças a três gols no fim da partida. O resultado deixa os ingleses na liderança do Grupo E da competição continental, com quatro pontos e vantagem no saldo sobre o Shakhtar Donetsk.

Roberto Di Matteo promoveu algumas alterações no time titular do Chelsea, mantendo Oscar no meio de campo e colocando Victor Moses no lugar de Eden Hazard. E as mudanças não atrapalharam os Blues, que tiveram duas boas chances nos primeiros minutos. Moses chegou a acertar a trave, completando de cabeça cruzamento de Oscar.

Empurrados pela torcida, os Tigres Selvagem apresentaram uma postura ofensiva no primeiro tempo e até tiveram maior posse de bola. Entretanto, os ingleses mantinham sua defesa segura, marcando por pressão. E, com paciência, abriram o placar aos 33 minutos, com Juan Mata. O gol abateu os dinamarqueses, que quase levaram o segundo pouco antes do intervalo, com o goleiro Jesper Hansen salvando o chute de Fernando Torres.

Na volta do intervalo, o Nordsjaelland esteve ainda mais agressivo e quase igualou com Nicolai Stokholm, em chute de fora da área que Petr Cech espalmou. Sentindo os problemas de sua equipe, Di Matteo trocou Moses por Hazard. Ainda assim, Cech precisou intervir novamente para evitar o empate dos anfitriões.

O alívio do Chelsea só viria nos dez minutos finais da partida. David Luiz cobrou falta com perfeição e abriu margem aos londrinos. O gol baqueou o Nordsjaelland e, em boas trocas de passes, a equipe visitante ainda conseguiu anotar mais dois gols, de Mata e Ramires.

Formações iniciais

Destaque do jogo

A postura do Nordsjaelland. O placar final acabou sendo cruel com os dinamarqueses, que não se intimidaram com os atuais campeões europeus. Os Tigres Selvagens finalizaram tanto quanto o Chelsea (11 chutes para cada lado) e tiveram mais posse de bola até o começo do segundo tempo.

Momento-chave

A defesa de Petr Cech, aos 27 do segundo tempo. Joshua John fez grande jogada pelo lado esquerdo do ataque e, da entrada da área, bateu colocado. O goleiro se esticou para desviar o chute com a ponta dos dedos, em bola que ainda tocou na trave antes de ser neutralizada pela zaga. Poderia ter valido o empate ao Nordsjaelland.

Os gols

33’/1T – GOL DO CHELSEA! Fernando Torres rouba a bola no campo de ataque e avança. O centroavante conecta com Lampard, que deixa Mata na cara do gol. De primeira, o espanhol bate na saída do goleiro Hansen.

34’/2T – GOL DO CHELSEA! Falta em cima de Fernando Torres na entrada da área. David Luiz vai para a cobrança e, com maestria, acerta o canto. A bola ainda toca na trave antes de entrar.

37’/2T – GOL DO CHELSEA! Após boa trama do Chelsea, Juan Mata arrisca da entrada da área, mas seu chute é bloqueado. O próprio espanhol pega o rebote e chuta rasteiro, na saída do goleiro.

44’/2T – GOL DO CHELSEA! Fernando Torres ajeita a bola para Oscar dentro da área. O camisa 11 avança até a linha de fundo e toca rasteiro para Ramires, que empurra para as redes vazias.

Curiosidade

Para aproveitar melhor o faturamento com a Liga dos Campeões, o Nordsjaelland trocou o Farum Park, com capacidade para 10 mil espectadores, pelo Parken, em Copenhague, de 38 mil lugares. Na partida desta terça, 25 mil pessoas lotaram as arquibancadas – público superior à população da cidade de Farum, onde o clube está sediado, que conta com 18 mil habitantes.

Ficha técnica

NORDSJAELLAND 0X4 CHELSEA

Nordsjaelland
Jesper Hansen, Michael Parkhurst, Jores Okore, Ivan Runje e Patrick Mtiliga; Nikolai Stokholm e Enock Adu; Kasper Lorentzen (Anders Laudrup, aos 40’/2T), Morten Nordstrand (Mario Ticinovic, aos 20’/2T) e Joshua John; Mikkel Beckmann (Sören Christensen, aos 30’/2T). Técnico: Kasper Hjulmand.
  Chelsea
Petr Cech, Branislav Ivanovic, David Luiz, Gary Cahill e Ashley Cole; Frank Lampard e Ramires; Oscar, Juan Mata (Obi Mikel, aos 38’/2T) e Victor Moses (Eden Hazard, aos 20’/2T); Fernando Torres. Técnico: Roberto Di Matteo.
Local: Parken (Copenhague-DIN)
Árbitro: Marijo Strahonja (CRO)
Gols: Juan Mata, 33’/1T; David Luiz, 34’/2T; Juan Mata, 37’/2T; Ramires, 44’/2T
Cartões amarelos: Ivan Runje (Nordsjaelland)
Cartões vermelhos: Nenhum

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo