Copa da Liga InglesaInglaterra

Gabriel Martinelli deu motivos à torcida do Arsenal se encantar, ao fazer um golaço na Copa da Liga

Há alguns meses, Gabriel Martinelli estava entortando os marcadores em Bragança Paulista, Araraquara, São Caetano e outras cidades presentes na primeira divisão do Paulistão. E as coisas aconteceram rápido ao atacante, que fez a ponte aérea Itu-Londres na última janela de transferências. Revelação do Ituano, o garoto de 18 anos viveu uma noite dos sonhos nesta terça-feira, pela Copa da Liga Inglesa. Anotou os seus dois primeiros gols pelo Arsenal e comandou a vitória por 5 a 0 sobre o Nottingham Forest – com direito a uma pintura para fechar a contagem no Estádio Emirates.

O talento evidente durante o último Paulistão também auxiliou Gabriel em sua adaptação ao Arsenal. O garoto ganhou suas primeiras chances durante a pré-temporada e fez boas aparições. Quando as partidas começaram para valer, Unai Emery demonstrou um pouco mais de cautela para lançar o atacante. Utilizou-o apenas na estreia da Premier League, contra o Newcastle, quando o novato saiu do banco. A primeira brecha como titular veio justamente nesta terça, pela Copa da Liga. Os Gunners entraram com uma equipe repleta de jovens, com direito à estreia do recuperado Kieran Tierney, bem como aos retornos de Rob Holding e Mesut Özil.

O Arsenal não teve dificuldades para se impor contra o Forest, que vive bom início na Championship. O primeiro gol saiu aos 31 minutos, depois de uma boa combinação. Calum Chambers cruzou de primeira e Martinelli meteu a cabeça na bola, abrindo sua contagem pelos Gunners. Embora tenha surgido como ponta, o brasileiro atuou centralizado como homem de referência nesta partida.

A goleada do Arsenal se alargou apenas no segundo tempo. Os outros quatro gols saíram nos 20 minutos finais. Reiss Nelson cobrou escanteio para Rob Holding marcar de cabeça, aos 26. Joe Willock apareceu na pequena área para deixar o seu, enquanto Nelson fez o quarto depois de mais uma troca de passes pelo chão. O grand finale caberia a Gabriel, aos 47. O atacante recebeu na intermediária, passou pelo primeiro marcador e acertou um chute impecável, na gaveta, sem qualquer chance ao goleiro. Premiou sua noite especial.

Pode não ter sido o maior dos testes, mas o Arsenal deixou uma ótima impressão. A um clube tão propenso às tragédias, uma vitória sonora contra um adversário tradicional conforta a torcida na Copa da Liga. Mais importante, vários garotos aproveitaram a oportunidade. Gabriel Martinelli, entre eles, reivindica mais minutos durante as próximas apresentações do time de Unai Emery. Até pela concorrência badalada na linha de frente, a paciência será amiga do brasileiro. Ainda assim, o potencial para evoluir é claro.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo