Inglaterra

Estádio faz do Arsenal o clube mais rico da Inglaterra

A construção do Emirates Stadium fez com que o Arsenal se tornasse o time mais rico da Inglaterra, com uma receita anual que supera a marca de € 285 milhões. A cifra, relativa ao ano financeiro encerrado em 31 de maio de 2007, coloca os Gunners à frente de Manchester United, Chelsea e Liverpool na classificação dos times que mais geram dinheiro no país.

A receita por jogo no Emirates, com capacidade para 60 mil torcedores, se aproxima de € 4,5 milhões por jogo, praticamente o dobro do que gerava uma partida em Highbury, antiga casa do clube.

Os números do Arsenal foram revelados em meio a uma série de especulações sobre o possível futuro do clube com investimento estrangeiro. Na última semana, o magnata Alisher Usmanov aumentou para 21% sua cota de ações, levantando perguntas sobre seu interesse em assumir o controle do clube.

Em entrevista à rádio BBC Five Live, o diretor administrativo do Arsenal, Keith Edelman, afirmou que a receita da última temporada prova que o clube é autosuficiente. “Estes resultados demonstram que não precisamos de investimento externo. Contratamos todos os jogadores que queríamos no verão, e o técnico Arsène Wenger nem gastou seu orçamento”, disse.

A visão de que o Arsenal pode igualar os rivais sem dinheiro estrangeiro é contraposta pelo ex-vice-presidente David Dein, que comanda a empresa de Usmanov que controlaria o clube.

Para rebater o argumento de Dein, Edelman alega que Wenger tem nada menos que € 100 milhões para gastar no mercado. “Temos muito poder financeiro para as transferências que Wenger desejar. Se ele quiser gastar este dinheiro, colocaremos à disposição”, comentou.

“Acho que estamos em ótima posição. Claramente, o desempenho de Arsène e as atuações do time em campo têm sido incríveis, obviamente apoiadas por nossa fortíssima posição financeira”, concluiu o dirigente.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo