Inglaterra

Empresário nega intenção de vender Liverpool

Tom Hicks, co-proprietário do Liverpool, reiterou nesta terça-feira que não tem a intenção de vender o clube. O empresário negou as informações divulgadas pela imprensa inglesa, segundo as quais ele estaria em negociações com o Dubai Investment Capital (DIC).

“Informações de que eu venderia minha parte no Liverpool ou convidaria o DIC para analisar os livros do clube como preparação para a venda, como outras notícias publicadas pela imprensa britânica nas últimas semanas por partes com seus próprios interesses, são absoluta e categoricamente falsas. A verdade é que estou pessoal, profissional e financeiramente comprometido com o clube e os torcedores. Continuarei a honrar este compromisso com o melhor da minha habilidade agora e no futuro”, disse o empresário, em nota oficial.

Hicks tem metade das ações dos Reds. A outra parte pertence a George Gillett, outro empresário norte-americano. Em fevereiro de 2007, os dois venceram a concorrência contra o próprio DIC pela aquisição do Liverpool. Segundo a imprensa britânica, o grupo dos Emirados Árabes não teria desistido de seus interesses e estaria em negociações com os dois sobre uma possível venda de ações.

A torcida dos Reds parece não estar tão contente assim com a dupla de investidores. Hicks Jr, filho de Tom, foi agredido com cusparadas e expulso de um pub por torcedores do clube após a vitória sobre o Middlesbrough, no sábado.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo