Inglaterra

Emerson Royal apela a método totalmente inovador para se livrar de lesão

Lateral-direito do Tottenham veio para o Brasil na parada da Data Fifa e fez aplicação de células-tronco para tratar dores em joelho operado

Fora da primeira lista de convocados de Dorival Júnior para a Seleção, Emerson Royal aproveitou o período sem jogos pelo Tottenham na Data Fifa para cuidar da saúde — e com um método inovador. O jogador voou ao Brasil para realizar um tratamento com células-tronco na região do tendão patelar no joelho direito.

Emerson sofreu uma lesão neste local durante um amistoso pela seleção brasileira em março do ano passado. Ele teve de passar por cirurgia e desfalcou o Tottenham por cerca de dois meses. O jogador decidiu passar pelo procedimento, realizado na última quarta-feira (21), após ter voltado a sentir dores na região do tendão.

As dores ficaram mais intensas recentemente e levaram o lateral-direito a realizar exames médicos que constataram que o tendão estava passando por um processo de calcificação que afetou a cicatrização no local. O jogador consultou o departamento médico do Tottenham, que autorizou o procedimento realizado pelo médico Luiz Felipe Carvalho, pioneiro no uso da técnica no Brasil e que já atendeu o volante Rodrigo Dourado, ex-Inter. A aplicação de células-tronco acelera a recuperação de tecidos lesionados e ajuda a reduzir a dor, além de auxiliar na prevenção a lesões mais graves.

— A dor reduz bastante a mobilidade do indivíduo, o que, para um jogador de futebol é muito importante, nesses casos, quanto mais cedo for feito o procedimento, melhores os resultados, e isso foi feito no caso do Emerson Royal, que, inteligentemente, buscou ajuda em um período onde o problema ainda era contornável. As células-tronco trazem melhoras imediatas porque elas já entram regenerando e revascularizado o local, gerando um tempo de recuperação muito menor, e no caso de Royal, evitando uma lesão maior no futuro que precisaria de uma cirurgia aberta e muito mais complexa — explica o médico responsável pelo procedimento.

Como funciona o tratamento com células-tronco?

Uma prática ainda embrionária no Brasil, a aplicação de células-tronco para tratamento de lesões é uma técnica recorrente nos Estados Unidos, no Canadá e na Europa. Entre os grandes nomes do esporte que já recorreram ao tratamento estão Cristiano Ronaldo e Rafael Nadal.

O procedimento inicia com a extração de células-tronco adultas da medula óssea do próprio paciente. O material extraído é concentrado em uma centrífuga específica antes da aplicação em doses no lugar da lesão.

Este concentrado do Aspirado de Medula Óssea (BMAC, na sigla em inglês para Bone Marrow Aspirated Concentrated) ajuda a acelerar a recuperação de lesões variadas. A técnica tem uso anti-inflamatório e permite regenerar ossos, cartilagens e músculos.

A temporada de Emerson Royal pelo Tottenham

Presente na última convocação de Fernando Diniz, quando atuou nas derrotas para Colômbia e Argentina, Emerson Royal hoje é reserva do Tottenham de Ange Postecoglou. O defensor brasileiro atuou em 20 partidas na temporada, com um gol marcado. No início do ano, ele esteve na mira do Flamengo, mas as negociações não avançaram.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo