Inglaterra

Em mensagem, Defoe dá adeus ao seu melhor amigo: “Durma bem, pequenininho”

Foi de cortar o coração a notícia, na última sexta-feira, de que o mascote do Sunderland, o garotinho de seis anos Bradley Lowery, parou de lutar contra um raro câncer que o afetava desde 2013 e decidiu descansar, depois de uma curta e sofrida vida.

LEIA MAIS: Bradley Lowery recebe mais de 28 mil cartões de natal de torcedores após campanha

Em seus últimos dias, Bradley aproximou-se de Jermaine Defoe, aproveitando a passagem do seu jogador favorito pelo seu clube do coração. Chegou a dormir abraçado com o atacante na cama do hospital e entrou em campo de mãos dadas com ele várias vezes.

Defoe partiu para o Bournemouth, não sem antes despedir-se do seu melhor amigo no último jogo em casa do Sunderland na temporada e, na quinta-feira, quando foi apresentado no novo clube, disse o quanto foi importante para ele a relação com aquele que viria a se tornar o seu melhor amigo.

Neste sábado, Defoe deu adeus ao pequeno inglês com uma bonita e emocionante mensagem publicada em seu Twitter. Em uma época de ações de marketing e atitudes artificiais, não dá para não perceber o genuíno carinho nas palavras do atacante:

Adeus, meu amigo, eu vou sentir muito a sua falta. Eu me sinto muito abençoado por Deus tê-lo trazido para minha vida e tive alguns momentos incríveis com você e sou grato por isso. Eu nunca vou esquecer a maneira como você olhou para mim quando nos conhecemos pela primeira vez, o amor genuíno naqueles olhos doces. Estou realmente tendo dificuldades para encontrar as palavras para expressar o que você significa para mim. O jeito como você dizia meu nome, seus pequenos sorrisos quando as câmeras apareciam, como se fosse uma super-estrela, e o  amor que eu sentia quando estava com você. Sua coragem e bravura continuarão a me inspirar pelo resto da vida. Você nunca vai saber a diferença que fez para mim, como pessoa. Que Deus o tenha em seus braços e vou sempre carregá-lo em meu coração. Durma bem, pequenininho. Meu melhor amigo.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo