Copa da Liga Inglesa

Klopp: “A final da Copa da Liga foi de dois leões partindo para cima um do outro, absolutamente maluca”

Klopp ressaltou a importância da Copa da Liga para este grupo e a maneira como a campanha valoriza todo o elenco

A Copa da Liga Inglesa garantiu um novo prêmio ao excelente trabalho do Liverpool nas últimas temporadas. Se ainda faltava uma copa nacional neste período vitorioso sob as ordens de Jürgen Klopp, o treinador preenche a lacuna. E a decisão frenética contra o Chelsea em Wembley também ajudou a tornar a ocasião ainda mais especial, depois do emocionante empate por 0 a 0 e da disputa por pênaltis encerrada com o placar de 11 a 10. Klopp enfatizou a importância da taça aos Reds.

“Sim, é um grande título para nós, porque é a primeira vez para este grupo e a nona para o clube, o que é muito importante também”, afirmou Klopp, exaltando o clima especial pela volta dos torcedores após as restrições da pandemia. “Nossos torcedores estavam claramente muito felizes com tudo o que aconteceu nesta noite. A atmosfera era fantástica, eu realmente amei isso. E, depois do jogo, foi bom comemorar com os torcedores depois de um longo tempo sem motivos para comemorar, ou de não ter a oportunidade de celebrar algo. Então, estou muito feliz sobre tudo”.

O treinador também falou sobre a forma como Liverpool e Chelsea se portaram em Wembley: “A final contra o Chelsea era de dois leões partindo para cima um do outro – foi absolutamente maluco. Eles começaram melhores, nós tomamos o controle e depois fomos melhores. A disputa por pênaltis foi uma das mais espetaculares que eu já vi. É muito bom ganhar assim. Chamamos de copa do povo, mas toda a jornada foi do elenco e é isso que mais amo nessa conquista”.

Klopp também ressaltou como a participação de vários membros do elenco valoriza essa campanha: “Toda a campanha foi absolutamente excepcional. Contamos com Adrian contra o Preston e marcamos dois gols. Sem Takumi Minamino e Divock Origi, e todos os gols que eles marcaram na competição, não estaríamos aqui. Perdíamos para o Leicester por 3 a 1, acho que a maioria das pessoas nos considerava eliminados naquele momento, mas buscamos a virada – linda história, disputa por pênaltis, vencemos. Então tivemos que inverter os mandos com o Arsenal – depois do empate em casa, ninguém estava muito positivo sobre a volta e vencemos de uma boa maneira”.

Esta Copa da Liga, além do mais, permitiu a volta por cima após a derrota para o City na final de 2016: “O sentimento é muito bom. Estivemos aqui e perdemos uma final nos pênaltis anos atrás. Foi um jogo apertado, em que fomos claramente melhores que o Manchester City no segundo tempo e poderíamos ter vencido, mas perdemos nos pênaltis. Essa é a vida. Não tenho certeza se fomos melhores hoje do que naquela vez contra o City, mas somos mais experientes e isso faz uma grande diferença. Não ficamos nervosos quando as coisas não saem bem. Realmente mantivemos os nossos nervos”.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo