Copa da Liga Inglesa

Arsenal sofre, mas vence Brentford pelo placar mínimo e avança na Copa da Liga Inglesa

Com gol de Reiss Nelson no começo da partida, o Arsenal venceu o Brentford e garante vaga na próxima fase do mata-mata inglês

A terceira rodada da Copa da Liga Inglesa teve continuidade nesta quarta-feira (27). Fora de casa, no Brentford Community Stadium, o Arsenal venceu o Brentford por 1 a 0 e avançou de fase no mata-mata nacional. Reiss Nelson fez o gol solitário da partida e deu o triunfo aos Gunners.

Priorizando a Premier League, o Arsenal de Arteta entrou em campo com uma escalação alternativa. Os destaques ficaram por conta da estreia do ponta esquerda da base Charles Sagoe Jr, de 19 anos, e da presença de Emile Smith Rowe como titular após 16 meses. Em um primeiro tempo sem grandes emoções, os Gunners abriram o placar com Reiss Nelson e souberam neutralizar os contra-ataques do Brentford.

 

Em primeiro tempo morno, Reiss Nelson coloca Arsenal na frente

O Arsenal começou a partida com o pé direito. Logo aos 8′, em falha geral da defesa do Brentford, Eddie Nketiah recebeu ‘presente' na área adversária e serviu Reiss Nelson, que só teve o trabalho de tirar do goleiro Flekken para abrir o marcador. Na base da raça, vontade e vigor físico, a equipe mandante tentava se recolocar no jogo. Incomodados, os Gunners passaram a encontrar dificuldades, sobretudo na saída de bola e em infiltrações ofensivas.

Com 31′ no relógio, Jorginho conseguiu furar o bloqueio defensivo. O volante achou lindo passe para Smith Rowe, que limpou dois marcadores e chutou. Flekken negou o segundo gol do Arsenal e defendeu com os pés. Logo na sequência, Wissa perdeu a melhor oportunidade do Brentford na etapa inicial. Na marca do pênalti, o camisa 11 finalizou torto e não levou perigo.

Ramsdale salva e garante classificação do Arsenal

O segundo tempo seguiu a tônica dos 45 minutos iniciais, com o Arsenal tendo a posse de bola e o Brentford buscando explorar os contra-ataques. Pouco inspirado, os Gunners abusavam da lentidão na transição no meio-campo e esbarravam na defesa bem postada do time do técnico Thomas Frank. A postura sonolenta por pouco não castigou os comandados de Arteta. Em bate rebate na área da equipe visitante, Wissa pegou a sobra e finalizou forte. Ramsdale desviou e a bola pegou na trave. Milagre do goleiro do Arsenal.

Aos 24′, resposta dos visitantes. Kai Havertz foi acionado e puxou contra-ataque rápido. O alemão achou Nelson livre na área, mas o ponta-direita inglês não acertou a meta e chutou para fora. Na sequência, foi a vez de Nketiah desperdiçar boa oportunidade. O camisa 14 parou em nova intervenção providencial de Flekken. A partida era frenética, e poucos minutos depois Ramsdale teve de entrar em ação novamente, dessa vez em petardo de Onyeka de fora da área. O arqueiro dos Gunners voou e espalmou para longe.

A pressão do Brentford era grande e levou os torcedores presentes no Brentford Community Stadium à loucura. Na reta final, Wissa chutou por cima da meta e Lewis-Potter parou em Kiwior, que salvou o Arsenal literalmente em cima da linha.

Ramsdale foi o principal destaque do Arsenal no segundo tempo (Icon Sport)

Próximos jogos de Arsenal e Bretnford

Tanto Arsenal quanto Brentford voltam as atenções para a sétima rodada da Premier League. Os Gunners visitam o Bournemouth neste sábado (30), às 11h (horário de Brasília), Vitality Stadium. The Bees, por sua vez, encaram o Nottingham Forest, domingo (01), a partir das 10h (horário de Brasília), no City Ground.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo