Copa da Inglaterra

Uma estreia impressionante: Everton goleia o Brentford no primeiro jogo de Frank Lampard

Yerri Mina foi o autor do primeiro gol do trabalho do novo treinador do Everton, que deu bons sinais em seu primeiro jogo

Foi apenas um jogo de quarta rodada da Copa da Inglaterra, mas a estreia de Frank Lampard como técnico do Everton terminou com um resultado impressionante. Em Goodison Park, os donos da casa aplicaram 4 a 1 sobre o Brentford, entre os mais perigosos adversários da Premier League.

É verdade que o time do oeste de Londres não está em sua melhor forma, agora com oito derrotas em seus últimos dez jogos por todas as competições, mas Lampard, anunciado na segunda-feira, mal teve tempo para treinar e nem contou com os reforços Donny van de Beek e Delle Ali, apresentados à torcida durante o intervalo.

E não é que o Everton, 16º colocado da Premier League, a quatro pontos da zona de rebaixamento, costume ganhar qualquer partida com folga.

Não há parâmetros para as ideias de Lampard ao time do Everton. Não dá para saber se alguém foi poupado, mas Yerri Mina talvez ficasse mais tempo no banco de reservas, após defender a Colômbia na Data Fifa, não fosse a lesão de Ben Godfrey logo aos 14 minutos. Lampard escalou o Everton ao estilo do seu sucessor no Chelsea, Thomas Tuchel, com três zagueiros, dois meias centrais (André Gomes e Allan) e três jogadores de frente: Anthony Gordon, Demarai Gray e Richarlison.

A primeira finalização correta dos anfitriões foi uma batida de André Gomes de fora da área que David Raya espalmou para escanteio. Na cobrança de Gray, Yerri Mina cabeceou para fazer o primeiro gol da Era Lampard. Assim que a partida foi retomada após o intervalo, Allan deu uma bonita assistência de canhota para o bico direito da grande área. Raya saiu do gol para abafar e levou um toque esperto de Richarlison por cima que morreu no fundo das redes.

O Brentford reagiu com um pênalti sofrido e convertido por Ivan Toney, mas o Everton jogou água no chope de uma possível recuperação do adversário com outra cobrança de escanteio de Gray, dessa vez completada por Mason Holgate, após um desvio no meio do caminho. Nos acréscimos, Cenk Tösun começou a jogada pela ponta direita, acionando Iwobi na entrada da área. Com um toque de primeira, o nigeriano emendou para Andros Towsend, que dominou e bateu de perna esquerda para fechar a goleada e colocar o Everton nas oitavas de final.

.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo