Copa da Inglaterra

Southampton não perdoa em casa e despacha Watford em replay da Copa da Inglaterra

Nos outros jogos, Leeds United e Coventry City goleiam adversários e também avançam às oitavas

Nesta terça-feira (6), seis times entraram em campo pelo replay da 4ª rodada da Copa da Inglaterra. No duelo de maior peso, o Southampton não tomou conhecimento do Watford, venceu por 3 a 0 no St Mary's Stadium e avançou para as oitavas de final do mata-mata nacional. Depois do 1 a 1 no Vicarage Road, os Saints souberam se impor dentro de casa e bateram os Hornets sem sustos.

Apesar do placar folgado, o Southampton encontrou dificuldades na etapa inicial e viu um Watford corajoso em campo. Tanto que só foi conseguir abrir o placar no 2º tempo. Aos sete minutos, Che Adams recebeu passe na entrada da área e, com toque sutil, deixou Sékou Mara cara a cara com Daniel Bachmann. O atacante francês encheu o pé e venceu o goleiro. Pouco tempo depois, aos 13′, a dupla funcionou novamente e os Saints ampliaram o marcador. Tyler Dibling puxou contra-ataque rápido, passou para Che Adams que, de primeira, achou Sékou Mara na esquerda. O camisa 18 dominou e emendou petardo, à direita do arqueiro adversário, que nada pôde fazer.

Com 31′ no relógio, Che Adams, que já havia distribuído duas assistências, balançou as redes e fechou o caixão do Watford. Em cruzamento vindo da esquerda, o camisa 10 ‘se fingiu de morto' na área, antecipou a marcação e desviou para o gol. Vendido no lance, Daniel Bachmann não esboçou reação, a não ser reclamar da falha dos companheiros de defesa após a bola ter entrado.

Estatísticas de Southampton 3 x 0 Watford – Copa da Inglaterra 2023/24

  • Posse de bola: 59% x 41%
  • Faltas: 13 x 7
  • Finalizações: 13 x 5
  • Finalizações no gol: 6 x 1

Leeds United passa sufoco (de novo), mas garante classificação na prorrogação com direito a goleada

Após um decepcionante empate por 1 a 1 dentro de casa, o Leeds United precisou ir até o Home Park Stadium, casa do Plymouth Argyle, para lutar por uma vaga nas oitavas de final da Copa da Inglaterra. A equipe de Daniel Farke teve muito mais volume de jogo, mas novamente voltou a apresentar erros, que quase custaram a classificação. Dito isso, somente na prorrogação, os visitantes conseguiram confirmar o favoritismo.

Aos 21′ do 2º tempo, em trama ofensiva rápida do Leeds, Glen Kamara descolou passe na medida para Wilfried Gnonto na entrada da área. O atacante italiano teve tempo de dominar e encher o pé no canto direito de Conor Hazard, que nada pôde fazer. Apesar do baque, o Plymouth não se entregou e foi buscar o empate. Com 33′ no relógio, a equipe mandante alçou a bola na área do Leeds, Ashley Phillips escorou para o meio e encontrou Brendan Galloway, que só teve o trabalho de empurrar: 1 a 1.

Na prorrogação, a superioridade técnica do Leeds falou mais alto. Aos sete minutos (1º tempo), Crysencio Summerville fez bonita jogada individual pela esquerda, invadiu a área, bagunçou Ashley Phillips e acertou um lindo chute no ângulo, sem chances para o goleiro. O Plymouth dessa vez acusou o golpe e os visitantes souberam se aproveitar disso para matar o jogo. Já no 2º tempo, Caleb Roberts perdeu a bola no meio-campo, Crysencio Summerville recebeu em velocidade e deixou Georginio Rutter na boa para marcar. O atacante de 21 anos bateu de primeira, mascado, e ampliou.

E ainda deu tempo de mais um. Faltando três minutos para acabar, o atacante do Plymouth, Ryan Hardie, desviou contra a própria meta em cobrança de escanteio e transformou a vitória do Leeds em goleada.

Coventry City passa fácil pelo Sheffield Wednesday

Outro que também goleou no replay desta 4ª rodada da Copa da Inglaterra foi o Coventry City. Kasey Palmer, Callum O'Hare (duas vezes) e Haji Wright balançaram as redes e comandaram o triunfo por 4 a 1 sobre o Sheffield Wednesday em casa, na Ricoh Arena.

Confira os replays desta quarta-feira

  • Nottingham Forest x Bristol City – 16h45
  • Aston Villa x Chelsea – 17h
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo