Copa da Inglaterra

Dubravka pega dois pênaltis, e Newcastle elimina Blackburn nas oitavas da Copa da Inglaterra

Goleiro eslovaco teve atuação fundamental na classificação do Newcastle, que empatou no tempo regulamentar com o Blackburn por 1 a 1

Em um confronto muito equilibrado no Ewood Park, Newcastle eliminou o Blackburn nos pênaltis (4-3), nesta terça-feira (27), pelas oitavas de final da Copa da Inglaterra. Anthony Gordon abriu o placar para os Magpies, enquanto Sammie Szmodics deixou tudo igual para os Rovers no tempo regulamentar. Nas penalidades, o goleiro Martin Dúbravka brilhou ao defender duas cobranças e assegurar o avanço.

O Newcastle chegou para o confronto com um amplo favoritismo a seu favor. Além de ter um elenco muito superior ao do Blackburn, que disputa a segunda divisão da liga inglesa, a equipe treinada por Eddie Howe possui jogadores decisivos, como Bruno Guimarães e Isak.

No entanto, não houve vida fácil para o ataque visitante e nenhuma das duas estrelas conseguiu balançar as redes ao longo dos 90 minutos. Muito pelo contrário, os donos da casa brigaram de igual para igual na busca da vaga para as quartas e foram eliminados com a dignidade intacta.

Com a classificação garantida, o Newcastle aguarda o sorteio das quartas de final da Copa da Inglaterra, que acontecerá nesta quarta-feira (28), antes do confronto entre Chelsea e Leeds, que acontecerá às 16h30 (horário de Brasília). As partidas das quartas estão marcadas para o fim de semana dos dias 16 e 17 de março. A final será no dia 25 de maio, em Wembley.

Blackburn cria mais e não balança as redes

O primeiro tempo foi muito equilibrado entre Blackburn e Newcastle. Porém, quem se arriscou mais foi o time da casa, que acabou levando mais perigo ao gol de Dubravka. Aos 27 minutos, a primeira grande chance foi de Sammie Szmodics, que teve uma ótima oportunidade de finalizar da entrada da área. O atacante soltou uma bomba, mas o goleiro fez uma ótima defesa.

Já perto do intervalo, mais uma vez Szmodics tentou furar a muralha do gol do Newcastle. Após receber um passe na entrada da área, ele dominou e finalizou firme. A bola passou raspando na trave esquerda.

Por fim, a última grande chance foi de John Buckley, mais uma vez para os donos da casa. O meia bateu colocado da entrada da área, mas Dubravka apareceu de novo para frustrar os planos.

Gols dos dois lados e cansaço evidente

Já na segunda etapa, o Blackburn saiu um pouco mais para o jogo, percebeu alguns espaços e tentou assustar o adversário, mas o cansaço já parecia evidente em determinado momento. Na busca pelos contra-ataques, os jogadores não conseguiram imprimir tanta velocidade.

Foi nessa falta de agilidade que o Newcastle abriu o placar, aos 26 minutos. Com muito espaço, Gordon pisou com facilidade na pequena área após receber um bom passe e, praticamente sem marcação, finalizou no cantinho esquerdo para fazer 1×0.

Aos 34, Szmodics aproveitou a terceira oportunidade que teve para deixar tudo igual. Depois de uma interceptação esquisita da defesa, a bola sobrou na pequena área e o atacante apareceu livre para mandar no fundo das redes, sem chances de defesa.

Já nos acréscimos, numa última tentativa desesperada, Yasin Ayari arriscou um chute de fora da área, e mais uma vez Dubravka defendeu.

Dubravka herói nos pênaltis

A prorrogação foi bem parada e demonstrou o tamanho da exaustão que os atletas enfrentaram. Ao longo dos 30 minutos adicionais, houve muitas faltas e pouquíssimas chances reais de gol. Poderia ter sido uma partida para o Newcastle esquecer se não fosse o heroísmo do goleiro eslovaco.

Além de uma atuação espetacular no tempo regulamentar, o arqueiro dos Magpies defendeu duas penalidades, uma de Dominic Hyam e outra do autor do empate para os donos da casa, Szmodics. Sem sombra de dúvidas, a atuação do camisa 1 foi fundamental para a classificação do Newcastle.

Botão Voltar ao topo