Copa da Inglaterra

Com Trippier e tudo, o Newcastle passou vergonha na FA Cup: eliminado em casa pelo Cambridge United, da terceirona

O Newcastle promoveu a estreia de Trippier, mas não passou pelo goleiro Mitov e viu o Cambridge frustrar os 51 mil torcedores em St. James' Park

A semana parecia inspirar um recomeço para o Newcastle. A tão aguardada janela de transferências de inverno chegou e, como primeiro ato, os Magpies anunciaram um reforço de peso com a compra de Kieran Trippier. Ainda assim, a caminhada será bastante longa para a equipe. E um sinal claro disso surgiu na Copa da Inglaterra, com a precoce eliminação dos alvinegros na terceira fase – a primeira para clubes da Premier League. O Newcastle atuou em St. James Park e, diante de 51 mil torcedores, passou pela vergonha de sucumbir ao Cambridge United. O time da terceirona garantiu o triunfo de 1 a 0 e avança no torneio.

A novidade do Newcastle era exatamente a estreia de Trippier, titular na lateral direita. Mas não que o jogador da seleção tenha causado impacto. O primeiro tempo dos Magpies foi superior, mesmo sem tanta organização. Criaram boas chances, mas pararam no goleiro Dimitar Mitov. Os anfitriões ainda tiveram um gol anulado por impedimento no fim da primeira etapa e outro no início do segundo tempo. Por sua vez, o Cambridge já tinha ameaçado em alguns contra-ataques na etapa inicial e cresceu na volta do intervalo.

O gol saiu aos 12 minutos, num lance de insistência do Cambridge United, até que Joe Ironside aproveitasse o rebote dentro da área. Os visitantes quase fizeram o segundo, em jogada anulada, mas o Newcastle ainda lutaria para evitar a humilhação. As dificuldades eram claras para os Magpies, com poucos lances contundentes, mas Mitov terminou de se consagrar com um milagre nos acréscimos.

Promovido para a terceira divisão nesta temporada, o Cambridge faz uma campanha na metade inferior da tabela, em que o objetivo é evitar o rebaixamento. A equipe soma 27 pontos em 24 rodadas, no 16° lugar – cinco acima do Z-4. Essa é a melhor participação do clube na FA Cup desde 1999/00, quando alcançou as oitavas de final. Já o Newcastle vai ter mesmo que se concentrar na luta contra o descenso na Premier League.

Outro time da Premier League eliminado nesta rodada da Copa da Inglaterra foi o Burnley, que tomou a virada do Huddersfield Town por 2 a 1 em Turf Moor. Jay Rodríguez marcou o primeiro dos Clarets, mas Josh Koroma e Matty Pearson deram o triunfo ao representante da segundona no fim do segundo tempo. Uma surpresa ainda maior ocorreu com o Kidderminster Harriers, da sexta divisão, que venceu o Reading (atualmente na Championship) por 2 a 1 de virada. Sam Austin e Amari Morgan-Smith anotaram os tentos da zebra, em duas falhas do goleiro Rafael Cabral – o primeiro num frangaço, mas o segundo com reclamação de falta após escanteio. Já o Boreham Wood, da quinta divisão, passou pelo Wimbledon, da terceirona. Tyrone Marsh e Adrian Clifton construíram o triunfo por 2 a 0 dos nanicos.

No único embate entre times da elite neste sábado, o Leicester goleou o Watford por 4 a 1 no Estádio King Power. Youri Tielemans e James Maddison marcaram os primeiros, até o brasileiro João Pedro descontar. No segundo tempo, Harvey Barnes e Marc Albrighton deram números finais à goleada. Crystal Palace (2×1 no Millwall), Brighton (2×1 no West Brom) e Brentford (4×1 no Port Vale) são outros times da primeira divisão que seguem em frente.

Já o duelo mais insano ocorreu nos 5 a 4 do Barnsley (da segundona) sobre o Barrow (da quarta divisão), em 120 minutos de muita emoção. O primeiro tempo foi ótimo ao Barnsley, que marcou com Mads Andersen e Jordan Williams, além de ver a expulsão de Tom Beadling. Só que o Barrow não se entregou, ao empatar aos 33 do segundo tempo, com gols de Ollie Banks (num balaço de falta) e Anthony Driscoll-Glennon. O Barnsley retomou a vantagem com Devante Cole mandando na gaveta, mas James Jones de novo garantiu a igualdade, aos 41. E isso se repetiu, quando Carlton Morris fez o quarto do time da segundona aos 43, mas o time da quarta divisão igualou aos 45 com Josh Kay. Foi somente na prorrogação que a superioridade numérica do Barnsley valeu a vitória, com o gol decisivo de Carlton Morris aos 12 do primeiro tempo extra.

Por fim, vale destacar outros dois jogos resolvidos no apagar das luzes. O Wigan (na terceira) fez 3 a 2 no Blackburn (na segunda) através de um golaço aos 49 do segundo tempo. Reda Kadra fez o primeiro para o Blackburn, o Wigan virou com Max Power e Jack Whatmough, até Daniel Ayala igualar de novo aos 44. Nos acréscimos, Thelo Aasgaard tentou um chute por cobertura da lateral da área e acertou o ângulo. Já o Middlesbrough (segunda) só ganhou do Mansfield Town (quarta) por 3 a 2 aos 50 do segundo tempo. O lance, no entanto, veio na infelicidade de John-Joe O’Toole ao assinalar o tento contra as próprias redes.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo