O retornou do intervalo a todo vapor para abrir 3 a 0 sobre o , pela quinta rodada da , e embora tenha sofrido um gol de honra dos galeses, avançou sem grandes sustos às quartas de final da competição mais velha do mundo pela terceira temporada consecutiva, ao vencer por 3 a 1.

Pep Guardiola rodou metade do time em relação aos titulares que golearam o Liverpool no último domingo, mas principalmente na defesa. Kyle Walker, Eric García, Aymeric Laporte, Benjamin Mendy e Zack Steffen começaram jogando nos lugares de João Cancelo, John Stones, Rúben Dias, Zinchenko e Ederson. No ataque, Ferrán Torres e Gabriel Jesus entraram nas vagas de Mahrez e Phil Foden. O meio-campo foi mantido, com Rodri, Bernardo Silva e Gündogan. Sterling também foi titular nos dois jogos.

O Swansea, terceiro colocado da segunda divisão, vinha em uma ótima sequência de oito vitórias e dois empates em dez partidas por todas as competições, e conseguiu se manter vivo no primeiro tempo. Muito graças ao seu goleiro Freddie Woodman, que fez uma linda defesa, a sua terceira no jogo, aos 22 minutos, para espalmar a escanteio uma batida forte de Ferrán Torres.

No entanto, ele vacilou no lance que abriu o placar. Walker cruzou da direita em direção à primeira trave, tentando encontrar Ferrán Torres, que não alcançou a bola. Woodman demorou a reagir e acabou sendo vazado diretamente a partir do centro do lateral direito inglês.

Os galeses reagiram com uma cabeçada forte de Jay Fulton da entrada da pequena área, que não passou muito longe, e Jesus fez uma boa jogada de ponta direita antes de cruzar para Sterling que, pressionado conseguiu apenas chutar para fora.

Logo aos dois minutos do segundo tempo, Rodri recuperou a bola no meio-campo e acionou Sterling com um bom passe. O atacante inglês entrou na área e teve muito espaço para finalizar colocado no canto esquerdo de Woodman. Pouco depois, Jesus recuperou a bola no campo de ataque, Gündogan virou para a segunda trave, onde Bernardo Silva apareceu para tocar de cabeça.

Jesus dominou de costas, girou e emendou de canhota para fazer 3 a 0 e efetivamente matar a partida. O garoto Morgan Whittaker fez quase igual para descontar. Recebeu de Ryan Manning, dominou e girou bonito, também de canhota, para acertar o canto esquerdo de Steffen.

O Manchester City conquistou a Copa da Inglaterra em 2018/19 e foi eliminado pelo Arsenal nas semifinais da temporada passada. O Swansea perdeu a chance de chegar às quartas de final pela terceira vez nas suas últimas quatro participações na FA Cup.

.

.

.