Inglaterra

Cech quer que Villas-Boas seja o “Alex Ferguson do Chelsea”

O goleiro do Chelsea, Petr Cech, deu uma entrevista ao Soccernet e acredita que o novo técnico do clube, o português André Villas-Boas, terá sucesso em Stamford Bridge e que pode começar uma dinastia no clube londrino.

Villas-Boas é o sétimo técnico a assumir o Chelsea desde que Roman Abramovich tornou-se dono do clube, com o desejo cada vez maior de ver o Chelsea campeão europeu como responsável pelas constantes trocas de treinador.

Entretanto, Cech acredita que o jovem treinador português, de apenas 33 anos, pode ser para o Chelsea o que Alex Ferguson é para o Manchester United, e tornar os Blues uma força dominante do futebol inglês nos próximos anos.

Cech disse: “É difícil explicar como as coisas acabaram por aqui, mas acredito que um técnico jovem pode permanecer por 25 anos no clube, como Ferguson no Man Utd. Seria ótimo termos continuidade por aqui. André foi uma grande escolha. Ele é jovem e provou que pode levar um grande clube para o sucesso. Ele conhece o futebol inglês e conhece bem nosso clube, o que ajudará bastante”.

O goleiro prosseguiu: “Nós o conhecemos e ele nos conhece dos tempos em que trabalhou com Mourinho. André fez um trabalho fantástico com suas análises de adversários e sempre contribuiu demais com nosso trabalho, e acredito que ele possa fazer isso de novo”.

Sobre tantas trocas de treinador, Cech falou sobre uma situação inusitada com Claudio Ranieri. Segundo o goleiro, o italiano era o treinador quando sua transferência do Rennes para o Chelsea foi acertada, mas quando o tcheco finalmente chegou ao clube, já era outro treinador nos Blues. Daí, Cech disse que só finalmente conheceu Ranieri ano passado, quando o italiano foi ao clube monitorar um treinamento. “Foi divertido. Disse a ele 'prazer em conhecê-lo, finalmente. Foram apenas sete anos'”.

Cech ainda contou sobre outras trocas de treinadores: “Quando assinei com o Rennes tive dois técnicos na minha primeira temporada. O que me contratou foi demitido após oito partidas. Passei uns dias fora do clube devido a jogos da seleção tcheca, e quando voltei, já tinha outro treinador. Na época achava estranho, mas já me acostumei”, disse o goleiro.

Cech finalizou mostrando orgulho com seus recordes no Chelsea: “tenho recorde de mais jogos sem levar gols numa temporada, menos gols concedidos e especialmente de ter conseguido 100 jogos sem levar gols em 180 partidas. É melhor até que os números de Peter Schmeichel, que levou 212 partidas para atingir esse número”.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo