Inglaterra

‘Guardiola mentiu’: Cancelo diz que Manchester City foi ingrato com ele

Cancelo, hoje no Barcelona, explica saída conturbada do City e se defende de acusação de Guardiola

Após passagem apagada pelo Bayern de Munique e uma saída para lá de conturbada do Manchester City, João Cancelo reencontrou a paz e o bom futebol no Barcelona. Contratado em setembro de 2023, o lateral português aos poucos foi conquistando seu espaço na equipe catalã e se tornou uma das peças mais importantes do elenco comandado por Xavi Hernández. Apesar da boa fase atual nos Culés, Cancelo não se esquece do que viveu nos Citizens, tanto os bons momentos quanto ruins.

Em Manchester, João Cancelo talvez tenha atingido o ápice de sua carreira. O português conquistou três títulos da Premier League, duas Copas da Liga Inglesa e passou a ser um dos laterais mais bem avaliados e respeitados do mundo. Meses antes do City levantar o troféu da Champions League, o lateral deixou o clube por conta de desavenças com o técnico Pep Guardiola. Por incrível que pareça, ele não se arrependeu da mudança de ares.

Em entrevista ao jornal português “A Bola”, Cancelo quebrou o silêncio e explicou como se deu sua saída do Manchester City. O lateral fez críticas a Guardiola e alegou que o treinador espanhol mentiu ao indicar que ele teve problemas de relacionamento com Nathan Aké e Rico Lewis.

– Mentiras foram contadas! Nunca fui um mau companheiro para eles. Pode perguntar tanto ao Aké como ao Rico. Não tenho nenhum complexo de superioridade ou inferioridade em relação a eles, mas é a opinião do mister -, disse Cancelo.

Por que Guardiola abriu mão de Cancelo?

João Cancelo chegou ao Manchester City vindo da Juventus, em 2019. Como citado, o começo do lateral no clube foi meteórico e ele ajudou a equipe a conquistar títulos importantes na Inglaterra. O jogador português era titular dos Citizens até o início da temporada 2022/23, quando tudo começou a ruir. Uma queda vertiginosa de desempenho em campo fez Cancelo perder espaço. Somado a isso, Guardiola se impressionou com o surgimento de Rico Lewis, jovem defensor (também pode atuar no meio) formado nas categorias de base do City, além do bom desempenho do holandês Nathan Aké na lateral esquerda.

Na época, o treinador indicou que Cancelo não ficou feliz com o espaço que Aké e Lewis ganharam no elenco. Por isso, optou por se desfazer do português que, mais tarde, seria emprestado ao Bayern de Munique. O lusitano, todavia, disse que preferiu não entrar em um embate público com Guardiola por conta do peso do técnico no cenário futebolístico.

– Fiquei (triste) porque não é verdade. Acho que o Manchester City foi um bocado ingrato comigo ao falar isso, porque fui um jogador muito importante nos anos em que lá estive. Nunca faltei com o meu compromisso com o clube, com os torcedores e sempre dei tudo de mim. Lembro de uma fase em que fui assaltado, me agrediram e no dia seguinte estava jogando contra o Arsenal. São coisas que não se esquecem. Deixei a minha mulher e a minha filha sozinhas em casa apavoradas.

– As pessoas só vão se lembrar disso porque o mister Guardiola tem muito mais força do que eu quando diz alguma coisa e eu prefiro estar na minha. Prefiro saber que estou dizendo verdade. Me sinto realizado com aquilo que fiz. Sou uma pessoa transparente, nunca menti. A vida segue e desejo que corra tudo bem a eles, porque enquanto lá estive desfrutei do meu futebol e do clube.

Cancelo se diz feliz e em paz com ida ao Barcelona

Após divergências internas com Pep Guardiola, João Cancelo deixou o Manchester City rumo ao Bayern de Munique por empréstimo até o final da temporada 2022/23. O português passou seis meses na Alemanha e não encantou o clube bávaro, que optou por não exercer a opção de compra avaliada em 70 milhões de euros. Assim, o lateral retornou ao time inglês, porém, acabou emprestado novamente, dessa vez para o Barcelona, onde se diz realizado.

— Não estou arrependido, mesmo que o City tenha ganho a Champions. Sinto que fiz a escolha certa, que fui para um clube que realmente me queria, mesmo antes de renovar contrato. Foi um clube que me deu muito nos seis meses em que estive lá. Lidei com grandes jogadores e o clube é espetacular. Depois, vim para aqui, baixei o salário e não estou incomodado com isso minimamente. Esta foi a terceira vez que estive para vir para o Barcelona e finalmente estou aqui.

Números de Cancelo pelo Manchester City

  • 154 jogos
  • 9 gols
  • 22 assistências
  • 5 títulos

Números de Cancelo pelo Bayern de Munique

  • 21 jogos
  • 1 gol
  • 6 assistências

Números de Cancelo pelo Barcelona (até o momento)

  • 32 jogos
  • 4 gols
  • 4 assistências
Foto de Guilherme Calvano

Guilherme Calvano

Apaixonado por futebol, uniu o amor pelo esporte mais popular do mundo ao jornalismo. Carioca da gema e grande entusiasta da Premier League, cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na música, vai de Post Malone a Armandinho. Eclético assim como na área técnica. Afinal, Guardiola e Mourinho são suas referências.
Botão Voltar ao topo