InglaterraLiga EuropaPremier League

Bale: “Este é o melhor momento da minha carreira”

Gareth Bale vive um momento iluminado. O meia tem carregado o Tottenham nas costas nas últimas partidas, anotando os últimos seis gols do clube. O galês foi decisivo mais uma vez nesta quinta, quando balançou as redes duas vezes e garantiu o triunfo sobre o Lyon, pelos 16-avos de final da Liga Europa. Contente pela sequência, Bale apontou esta fase como a melhor de sua carreira.

“Eu digo que provavelmente este é o melhor momento da minha carreira. Estou aproveitando meu futebol e o time está jogando bem, o que obviamente deixa as coisas fáceis para mim. Tenho que seguir com o trabalho duro para manter minha forma. Ainda tenho muito para desenvolver. Penso que estou melhorando temporada após temporada em várias áreas”, comentou Bale.

Bale soma 17 gols (já a melhor marca da carreira) e nove assistências pelo Tottenham na temporada, participando de 41,9% dos tentos da equipe. Além disso, 14 desses gols foram marcados em vitórias dos londrinos – quanto aos outros, um veio em empate e somente dois em derrota.

Quarto na artilharia da Premier League, o galês é o segundo jogador que mais finaliza na competição e o quinto entre as cinco principais ligas europeias – atrás de Cristiano Ronaldo, Luís Suárez, Lionel Messi e Zlatan Ibrahimovic. Bale também aparece entre os dez primeiros nas estatísticas de dribles, cruzamentos e passes para finalização no Campeonato Inglês.

Como razão à fase, o meia exaltou o trabalho feito nos treinamentos: “Eu tenho praticado muito cobranças de falta e marquei um gol assim na última semana. Os dois desta quinta vieram no momento certo do jogo. O Lyon é um bom time e não estávamos no nosso máximo, para ser sincero. Mas o importante é que vencemos. A competição será dura a partir de agora, mas estamos levando ela a sério”.

Os números ajudam a mostrar a eficiência de Bale nas cobranças de falta. São quatro gols desta maneira pelo Tottenham na temporada, além de um pela seleção de Gales. E o meia ainda demonstra que não é só o pé esquerdo que funciona: são três gols de pé direito e um de cabeça. Quando a fase é boa, ao que parece, a bola vai para as redes de qualquer maneira.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo