Inglaterra

Arsenal vence, prolonga crise do Chelsea e é vice-líder

Na importante partida desta segunda-feira, pela 19ª rodada do Campeonato Inglês, o Arsenal aprofundou ainda mais a crise do Chelsea. A equipe de Arsène Wenger venceu os Blues por 3 a 1, e retornou à segunda posição da Premier League, com 35 pontos, superando o Manchester City no saldo de gols. O Chelsea, por sua vez, amargou a sua sexta partida seguida sem vitória no campeonato, descontando-se as partidas adiadas pelas baixas temperaturas, e continua em quarto lugar, podendo ser superado pelo Tottenham, que enfrenta o Newcastle nesta terça.

No começo do jogo, as duas equipes alternaram chances. Aos seis minutos, o Arsenal chegou pela primeira vez perto do gol. Após lançamento para a área, pelo meio, Robin van Persie escapou da marcação de Branislav Ivanovic, e tentou escorar. Porém, a bola passou ao lado do holandês, indo para fora.

O Chelsea respondeu no instante seguinte, também com grande chance. Didier Drogba aproveitou bola lançada da defesa, dominou e chegou pela direita às proximidades da área. O marfinense, então, bateu cruzado e rasteiro, e a bola passou perto da trave direita de Lukasz Fabianski.

Com as defesas bem no jogo, apenas o Chelsea tentava chegar mais ao gol. Aos 16 minutos, Michael Essien chegou pela direita e cruzou para a área. E Drogba tentou escorar para o gol de Fabianski, de cabeça, mas foi impedido por Johan Djourou, que desviou por cima do gol, tirando a chance do Chelsea.

Porém, a partir da metade do primeiro tempo, o Arsenal se animou. E começou a criar mais oportunidades de gol. A primeira delas, aos 22 minutos, em lance de bola parada: após Florent Malouda derrubar Van Persie, o árbitro Mark Clattenburg marcou falta. E, em cobrança ensaiada, Samir Nasri arriscou um chute forte. Porém, a bola foi direto para as mãos de Petr Cech.

A pressão do Arsenal foi se tornando mais forte com o passar do tempo. E, aos 35 minutos, num passe em profundidade, Nasri mandou a bola para a entrada da área. Van Persie dominou e fez a triangulação com Cesc Fàbregas, recebendo a bola de volta na esquerda. Porém, o camisa 10 dos Gunners bateu para fora, à direita de Cech.

E, aos 40 minutos, houve uma grande chance para os Gunners abrirem o placar. Bacary Sagna chegou pela direita e cruzou. John Terry tentou tirar de cabeça, mas, logo após, falhou no domínio e perdeu a bola para Theo Walcott. O atacante chegou à pequena área e tentou tocar, mas Cech evitou o gol, espalmando para fora.

No minuto seguinte, novamente, o Arsenal quase abriu o placar em grande lance. Nasri recebeu a bola na meia-lua e mandou um chute colocado, tentando encobrir Cech para fazer o gol. Porém, o goleiro tcheco se contorceu e conseguiu espalmar por cima do gol, em grande defesa.

Tanta insistência, afinal, acabou premiada aos 44 minutos, com o Arsenal marcando o seu gol. Alexandre Song veio pela meia-esquerda com a bola dominada, e fez o passe para Jack Wilshere. Na meia-lua, o atacante devolveu ao camaronês, que conseguiu dominar a bola após a queda de Fàbregas no chão, e bateu cruzado, no canto esquerdo de Cech, para fazer 1 a 0.

No começo do segundo tempo, o time anfitrião voltou a impor-se ofensivamente. E, aos seis minutos, contou com um azar da defesa do Chelsea para ampliar a sua vantagem. Após falha de Terry no desarme, Essien tentou tirar a bola, tocando para trás. Porém, ela sobrou com Walcott, que chegou sem marcação à grande área. O atacante tocou para o lado, e Fàbregas só teve o trabalho de tocar para as redes, fazendo o segundo gol do Arsenal.

Dois minutos depois, a defesa do Chelsea falhou de novo. E o Chelsea aproveitou de novo. Malouda recebeu a bola no meio-campo, mas não percebeu a chegada de Walcott. O camisa 14 dos Gunners roubou-lhe a bola e passou a Fàbregas. O espanhol andou com a bola dominada e devolveu a Walcott, que entrou pela direita na área e bateu cruzado para fazer 3 a 0.

No entanto, justamente quando estava em baixa, o Chelsea conseguiu uma esperança de reação, marcando o seu gol. Aos 12 minutos, Drogba cobrou falta pela esquerda, mandando a bola para a área. E Ivanovic aproveitou a má saída do gol de Fabianski para cabecear por cima do goleiro, mandando a bola para as redes e diminuindo a vantagem do time anfitrião.

Mais animado, o Chelsea tentou chegar ao gol, aos 19 minutos. Drogba chegou perto do gol e arriscou o chute, mas a bola foi desviada pela defesa, indo para escanteio. Na cobrança subsequente, após a defesa tirar, a sobra ficou com José Bosingwa, que bateu forte para fora.

Aos poucos, porém, o Arsenal se recompôs. E quase se aproveitou de nova falha da defesa dos Blues para fazer o quarto, aos 24 minutos. Após cruzamento de Walcott para a área, em contra-ataque, Drogba tentou recuar para Cech, mas a bola saiu curta, e Nasri dominou pela esquerda da grande área para bater. Porém, o francês tentou tocar por cima de Cech, que defendeu.

Outra ótima chance veio aos 35 minutos, quando a bola sobrou com Abou Diaby, que substituiu Walcott. O jogador francês pegou na área, mas foi bloqueado por um defensor. Aos 39, ainda houve uma última chance do Chelsea, com Drogba cobrando falta por cima do gol. Mas a vitória do Arsenal não pôde mais ser impedida.

Confira todos os jogos da 19ª rodada do Campeonato Inglês:

Domingo, 26/dezembro
Fulham 1×3 West Ham
Everton x Birmingham (adiado)
Blackpool x Liverpool (adiado)
Newcastle 1×3 Manchester City
Manchester United 2×0 Sunderland
Wolverhampton 1×2 Wigan
Blackburn 0x2 Stoke
Bolton 2×0 West Bromwich
Aston Villa 1×2 Tottenham

Segunda, 27/dezembro
Arsenal 3×1 Chelsea

Clique aqui e confira os próximos jogos e a classificação da Premier League.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo