Inglaterra

Aos 33 anos, Andy Carroll tentará levar o West Brom à Premier League

Ex-Newcastle, Liverpool e West Ham, Andy Carroll ficou livre depois do fim do seu contrato com o Reading e continua na segunda divisão

Andy Caroll já foi um dos atacantes mais caros da Premier League, mas realidade hoje é outra. O atacante de 33 anos vai defender o West Bromwich até o final da atual temporada. Ele estava livre depois que o seu contrato de curta duração com o Reading se encerrou. Ele estava no clube desde novembro, quando ganhou a chance de voltar a jogar.

Formado na base do Newcastle, Andy Carroll tem características bastante típicas de um centroavante inglês: alto, forte e excelente cabeceador. Canhoto, o jogador se destacou pelos Magperis e foi contratado pelo Liverpool em 2011, na mesma janela que chegou Luis Suárez e que o Liverpool vendeu Fernando Torres ao Chelsea por £ 50 milhões, um valor considerado exorbitante na época. Carroll custou um valor também bastante alto para aquele momento: £ 37 milhões.

Sem emplacar no Liverpool, o jogador foi emprestado ao West Ham em 2012 e o os Hammers decidiram contratado em 2012 por £15,7 milhões. De lá, voltou para o Newcastle em 2019, mas não conseguiu ter o mesmo sucesso da passagem anterior. Deixou o clube em julho de 2021. Sem clube, foi para o Reading em novembro, mas com um contrato de apenas dois meses. Conseguiu voltar a jogar e chamou a atenção suficientemente para fechar com o West Brom.

Pelo Reading, fez oito partidas e marcou dois gols. O Reading queria renovar o vínculo, mas vive uma crise financeira, luta contra o rebaixamento e recebeu uma proposta para jogar na equipe que está em quinto na tabela, em uma situação muito melhor. O Reading está em 21º na tabela e é o primeiro clube fora da zona do rebaixamento, que tem neste momento Peterborough, Derby County e Barnsley. O West Brom está em quinto, na zona de classificação aos playoffs para o acesso à Premier League. Os dois primeiros colocados sobem direto à primeira divisão.

Carroll: “Não vejo por que não poderíamos conseguir o acesso direto”

“Estou absolutamente radiante. É um grande clube espero que boas coisas estejam por vir. Quando ouvi o interesse, pensei ser a única coisa a se fazer e foi essa motivação para vir para cá e assinar o contrato imediatamente”, afirmou Carroll ao site oficial do clube. “Conheci os jogadores e conheço alguns deles também. Falei com o técnico ontem e hoje. Está tudo bem e estou ansioso para começar”.

“Joguei contra este time nesta temporada e achei que foram brilhantes. Muitas boas na área e chances criadas. Olhando todos os jogos, sempre há chances no West Brom e acredito que posso estar na ponta dessas chances e marcar alguns pontos para os rapazes. Não estaria jogando futebol se não achasse que posso contribuir. Minhas chuteiras estariam penduradas e estaria em uma praia em algum lugar. Mas isso não sou eu. Quero estar aqui, quero jogar futebol e quero marcar gols. É o que sempre quis fazer em toda minha carreira e é para isso que estou aqui”.

“Gosto de pensar que posso passar alguma experiência aos outros jogadores no elenco. Jogo futebol por há um bom tempo. Se posso dar algo a qualquer jogador jovem ou qualquer jogador do time, isso será brilhante. Mas como disse, estou ansioso para começar com eles e me envolver”.

“Olhei para a liga e não vejo por que não poderíamos conseguir o acesso direto, não apenas nos classificarmos aos playoffs. É por iso que estou aqui, para empurrar para cima na liga e nos levar para subir. Tenho plena confiança em mim mesmo e na minha habilidade. Olhando para o elenco, acho que podemos nos dar bem, nos encaixarmos bem e conseguirmos os resultados que precisamos para subir”.

“Andy é um jogador que é capaz de nos ajudar imediatamente. Ele está pronto e nos traz todos os atributos que precisamos. Pode ser uma situação de ganha-ganha para nós. O fato de Andy ter jogado muitos jogos pelo Reading recentemente é ótimo. Ele está fisicamente pronto depois de jogar esses jogos e marcou gols durante seu contrato de curta duração. Espero que Andy possa marcar gols para nós”, disse o técnico do West Brom, Valerien Ismael.

Na sua última temporada completa, pelo Newcastle, em 2020/21, ele fez 22 jogos, mas apenas seis deles como titular. Marcou apenas um gol e teve média de 26,6 minutos por jogo. Quando o clube não renovou o seu contrato, se sentiu magoado. Tenta recuperar a carreira e pode ajudar o West Brom a voltar à Premier League, onde um dia foi uma estrela.  

VEJA TAMBÉM: Carroll: “Liverpool não me deu uma chance justa”

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo