Inglaterra
Tendência

A barca já está tomando forma: Koulibaly deixa o Chelsea rumo ao Al Hilal

Zagueiro chegou do Napoli e, assim como o resto do elenco, não se encontrou em campo

Capitão de Senegal e ídolo do Napoli, Kalidou Koulibaly não chegou a brilhar pelo Chelsea. Após uma esquecível temporada em que todo o elenco dos Blues esteve muito abaixo da crítica, o defensor rumou para a Arábia Saudita para defender o Al-Hilal. A transferência foi confirmada pelo Chelsea neste domingo (25).

Koulibaly assinou no início da temporada 2022-23 um termo de quatro anos de contrato. Ao fim do primeiro, o clube simplesmente entendeu que o atleta não serve para o futuro e o enviou para o suntuoso futebol saudita, que já levou outras estrelas do quilate de Karim Benzema, N'Golo Kanté e Rúben Neves. Os próximos dias devem ser ainda mais intensos nesse sentido de transferências para a Arábia Saudita, sobretudo para o Chelsea, que negocia para vender Hakim Ziyech e o goleiro Edouard Mendy.

A chegada de Mauricio Pocchettino naturalmente prevê mudanças de elenco, mas a barca que os Blues estão preparando, não só para o futebol saudita, mas também para o mercado europeu, é de se impressionar. Sem falar na iminente venda de Kai Havertz para o Arsenal. Da noite para o dia, o núcleo da equipe vai se desfazendo diante dos nossos olhos. Há quem comemore, por conta da tenebrosa campanha em 2022-23 na Premier League.

Tudo isso, claro, tem uma explicação: além do Chelsea precisar fazer dinheiro, existe também a necessidade de se diminuir o tamanho do plantel, que ficou gigantesco após a chegada do grupo americano liderado por Todd Boehly. Ao longo da temporada passada, surgiram notícias de que alguns atletas não tinham espaço nos vestiários e tinham de se trocar nos corredores do centro de treinamento do clube.

O novo Chelsea tem tudo para ser um time jovem e bastante promissor, mas isso não se faz do dia para a noite e não sem um ou outro atleta experiente para equilibrar a balança. De qualquer forma, a cara que o time terá com Pocchettino invariavelmente será radicalmente diferente do que vimos com Thomas Tuchel, Graham Potter e Frank Lampard, porque os jogadores disponíveis também serão outros. A ver o que será do futuro após essa virada de página tão drástica em Stamford Bridge.

Para Koulibaly, de 32 anos, a chance de ganhar muito mais dinheiro não poderia ser desprezada. Não há muitos anos de carreira pela frente e, em um cenário no qual o clube não faz questão de sua presença, um contrato milionário vem bem a calhar. O zagueiro foi campeão da Copa das Nações Africanas em 2022 e teve sua melhor fase no Napoli, vencendo a Copa da Itália em 2020 e saindo pela porta da frente como referência do elenco, no ano passado. Antes disso, ele havia defendido o Metz e o Genk.

Foto de Felipe Portes

Felipe Portes

Felipe Portes é zagueiro ocasional, cruyffista irremediável e desenhista em Instagram.com/draw.portes
Botão Voltar ao topo