Copa da Liga InglesaInglaterra

Após polêmicas na seleção, Bravo vira o herói da classificação do Manchester City

Claudio Bravo não teve uma semana das mais tranquilas. Segundo relatos da imprensa chilena, foi considerado um traidor pelos companheiros da seleção chilena, depois que sua esposa usou as redes sociais para acusá-los de bebedeiras exageradas. De maneira muito adulta, jogadores teriam criado um grupo de Whats App com o nome “La Roja sem dedos-duros”. O goleiro, porém, não se deixou afetar pelas polêmicas e foi o herói da classificação do Manchester City às quartas de final da Copa da Liga Inglesa, defendendo dois pênaltis, depois do empate por 0 a 0 contra o Wolverhampton.

LEIA MAIS: De Bruyne volta a brilhar no Manchester City, desta vez com Sané como companheiro

Foi um daqueles jogos sem gols que conseguem ser eletrizantes pelo número de chances criadas. Guardiola usou uma equipe mista, com alguns jogadores importantes, como Gabriel Jesus, Sterling e Agüero, além de De Bruyne e Sané, que entraram no decorrer da partida. Os donos da casa finalizaram 31 vezes, mas foram prejudicados por um dia de má pontaria do atacante argentino, que tentou várias vezes, sem sucesso, marcar o gol que o tornaria isoladamente o maior artilheiro da história do Manchester City.

Enquanto isso, o líder da Segunda Divisão criou muitas oportunidades para vencer no tempo normal. Principalmente com o centroavante Bright Enobakhare, que talvez pudesse considerar mudar de ofício porque perdeu duas oportunidades muito claras de marcar. A melhor praticamente garantiria a vaga ao Wolverhampton: aos 46 minutos do segundo tempo, avançou livre, a partir do meio-campo, e parou nas mãos do chileno.

Bravo travou duelos especiais com Enobakhare e Helder Costa, que tiveram outras três oportunidades de marcar no um contra um e foram frustrados pelo goleiro. Na disputa de pênaltis, ele defendeu as cobranças de N’Diaye, que escorregou na hora de chutar, e Coady. O Manchester City acertou as suas quatro e passou à próxima fase.

Contratado na temporada passada, Bravo acabou virando reserva de Caballero e, agora, de Ederson, titular absoluto do City. Esta foi sua terceira partida na temporada. Havia atuado na rodada anterior da Copa da Liga Inglesa, contra o West Brom, e substituiu o brasileiro na goleada por 5 a 0 sobre o Liverpool.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo