Holanda

PSV e Ajax voltam a se encontrar após humilhação no 1º turno

PSV e Ajax voltam a se enfrentar pela primeira vez após goleada histórica que time de Eindhoven impôs no primeiro turno

Não é o maior clássico histórico da Holanda, mas sem dúvidas é o que teve a rivalidade mais crescente nas últimas décadas. Estamos falando de Ajax x PSV, dérbi que acontece neste sábado e coloca frente a frente os dois maiores vencedores da Eredvisie em toda a história. Enquanto o time de Amsterdã, que manda o jogo de hoje, tenta se recuperar ainda de uma crise que o arrasou no começo da temporada, os visitantes de Eindhoven seguem com sua campanha quase perfeito rumo ao vigésimo quinto título do Campeonato Holandês.

Líder com sobras na Eredivisie, o PSV vai até Amsterdã com números assustadores ao seu favor. Venceu 18 dos 19 jogos que disputou no Campeonato Holandês nesta temporada, empatando o restante; em todas essas partidas, fez incríveis 62 gols e ainda só deixou suas redes serem balançadas em oito oportunidades. Além disso, está classificado às oitavas de final da Champions League, nas quais enfrentará o Borussia Dortmund.

Por outro lado, o mandante Ajax faz uma das piores temporadas de sua história recente. Demorou muito a encontrar o caminho das vitórias, flertou muito com a zona de rebaixamento, chegando a ser praticamente lanterna da Eredivisie, e agora se vê a quatro pontos do Twente, terceiro colocado e último time a assegurar vaga na próxima Champions League — ainda que na eliminatória antes da fase de grupos — via Campeonato Holandês.

Como o PSV chega para o jogo contra o Ajax

É praticamente impossível pensar que o PSV não será campeão da Holanda nesta temporada. Com 19 rodadas disputadas, já são 12 pontos de vantagem para o segundo colocado, o Feyenoord. A questão atual parece mais: será que o time de Eindhoven conseguirá terminar o torneio invicto para conquistar seu vigésimo quinto título? Ao que tudo indica, sim, e vencer o Ajax fora de casa tende a ser seu desafio mais difícil, mesmo com o rival em má fase.

Na campanha praticamente perfeita do PSV na atual edição do Campeonato Holandês, dois jogadores têm tido destaque absoluto: o primeiro é o artilheiro Luuk de Jong, que já fez 17 gols e ainda distribuiu mais seis assistências, chegando a inacreditáveis 24 participações em 19 partidas disputadas; o segundo é Joey Veerman, que não tem números tão chamativos como o de seus companheiros, mas, para muitos, é o melhor jogador do PSV, responsável direto por toda a criação da equipe que tem três gols e nove assistências até agora na Eredivisie.

O clássico de hoje é essencial para o PSV não em sua preocupação em ser campeão, mas sim de conseguir o feito de maneira invicta. Jogar contra o maior rival, fora de casa, provavelmente será o maior desafio que o time terá, além de encarar o Feyenoord — este, no entanto, como mandante. No primeiro turno, a vitória massacrante por 5 a 2 quase se aproximou do maior placar entre os times. No caso, em 1964/65, quando as equipes nem tinham uma rivalidade estabalecida, o Ajax venceu o PSV por 5 a 0.

Como o Ajax chega para o jogo contra o PSV

Se a temporada do PSV é praticamente perfeita até o momento, com o Ajax acontece justamente o contrário. Pode não parecer, mas a quinta colocação atual, por pior que seja no contexto do que o time de Amsterdã está acostumado a fazer na Holanda, é um alívio diante da situação em que a equipe se meteu no começo da temporada, quando ficou algumas boas rodadas lutando contra o rebaixamento.

Neste 2024, no entanto, as coisas parecem um pouco melhores para o Ajax, que venceu todas as três partidas que disputou até agora. Nas copas, porém, a situação foi calamitosa: na Copa da Holanda, eliminação histórica diante do USV Hercules, time amador dos Países Baixos; na Liga Europa, eliminação na fase de grupo e ida para a Conference League por, na última rodada, ter vencido confronto direto contra o AEK, da Grécia, e ter deixado a lanterna para o terceiro posto da chave.

Em meio a toda essa crise, vencer um dos maiores rivais seria um alento para a torcida do Ajax, humilhada tantas vezes ao longo da temporada — inclusive no 5 a 2 contra o PSV no primeiro turno. Focando na melhoria, o time de Amsterdã já pode contar com Jordan Henderson, vindo de passagem frustrada pela Arábia Saudita, que chegou ao clube em janeiro e é, desde já, um dos principais atletas do elenco.

 

Foto de Livia Camillo

Livia Camillo

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário FIAM-FAAM, escreve sobre futebol há cinco anos e também fala sobre games e cultura pop por aí. Antes, passou por Terra, UOL, Riot Games Brasil e por agências de assessoria de imprensa e criação de conteúdo online.
Botão Voltar ao topo