Games

SEMANA ULTIMATE: segundo time de Craques do Futuro continua a mudar o patamar do Ultimate Team

Quatro cartas acima de 90 de overall agitam os jogadores meta do mercado

A segunda metade do evento Craques do Futuro não deixa nada a desejar em comparação ao primeiro time. Seguindo a lógica de tentar projetar o potencial de jogadores sub-23, o time 2 tem Pedri, do Barcelona, como o overall mais alto das cartas especiais, com 93. Completando o pódio, Ryan Gravenberch, do Ajax, e Florian Wirtz, do Leverkusen, recebem cartas de classificação 92. Pouco atrás, com 90, mas com uma gameplay insana, Maxence Lacroix, do Wolfsburg, chega para ser candidato a um dos zagueiros mais consistentes do FUT nesta temporada.

O promissor e já realidade Pedri é o grande líder do segundo time. O jogador do Barcelona salta 12 pontos de sua carta ouro comum para atingir o overall 93. Curiosamente, a projeção de Pedri é a mesma do auge de Xavi no jogo, antigo atleta do Barcelona ao qual sempre é comparado. O camisa 16 do Barcelona é um sonho de meio campista nesta versão e está pronto para defender e atacar com a mesma qualidade. Curiosamente, Pedri está extinto no mercado: ou ninguém tirou ele em pacotes, ou quem tirou não quer vender. O melhor entrosamento para a carta é o “Sombra”.

Preparem-se, pois qualquer atacante que enfrentar essa carta vai sofrer! Maxence Lacroix, do Wolfsburg, é um zagueiro impecável. Rápido e muito firme defensivamente, o francês tem bons links e automaticamente torna-se um dos zagueiros mais desejados do jogo. Como o preço é elevado, em torno de 900 mil moedas, é um jogador que não estará acessível a todos e, se você puder investir, consegue ir até o final do jogo com ele. Os melhores entrosamentos para Lacroix são “Âncora” ou “Sombra”.

Ryan Gravenberch é a principal esperança para o futuro do Ajax e da Holanda. O volante já teve uma versão especial pela atuação nesta edição da Champions League, de overall 86, e agora projeta seu potencial com a nova versão especial 92. Sem demagogia, Gravenberch é uma carta muito equilibrada que não tem nenhum defeito. Se tiver condições de adquirir e linká-lo no time, não hesite. O melhor entrosamento para a carta é o “Âncora”.

Florian Wirtz, do Bayer Leverkusen, continua a registrar sua ótima temporada também no Ultimate Team: inicia com uma carta ouro raro de overall 78, duas cartas in form, 82 e 84, avança o Jogador do Mês 86 e agora recebe sua carta Craque do Futuro de classificação 92. Wirtz é um meia atacante venenoso, com ótima mobilidade e finalizações perigosas – de dentro e fora da área. Podendo ser utilizado como ponta, armador ou segundo atacante, o alemão deve receber os entrosamentos “Falcão” ou “Caçador”.

Jogador disponível por Objetivo: Samuel Chuckwueze

Além de 11 pontos de upgrade, Samuel Chuckwueze também recebeu 2 pontos a mais no uso de perna ruim que tornam a carta viável de se utilizar na gameplay. O jogador do Villarreal é um praticamente completo, pecando apenas na baixa agressividade – que podem fazer ele ser meio mole em combates contra bons laterais. Presente no Marcos de forma gratuita, o nigeriano deve ser feito por todos e, ao menos, testado como super sub. O melhor entrosamento para a carta é o “Falcão”.

Jogador disponível por Objetivo: Amine Gouiri

Amine Gouiri recebe uma carta especial de overall 88 de forma gratuita – que também está presente nos Marcos. O jogador do Nice atua em todas as posições do ataque, inclusive na armação, mas é nitidamente uma boa solução para o centroavante de referência dentro da meta do jogo. Gouiri peca um pouco em agressividade e frieza, mas ainda assim deve ser feito por todos e, ao menos, testado como opção de ataque. O melhor entrosamento para a carta é o “Motorzinho”, que é perfeito para aumentar a agilidade de um jogador mais alto.

Jogador disponível por DME: Jamie Leweling

O jovem jogador do Greuther Fürth recebe 19 pontos de overall para apresentar uma versão especial 87 de Craque do Futuro. Jamie Leweling é uma carta de ponta direita, mas que pode atuar em todas as posições do ataque e também na armação. Uma versão ágil, rápida, que passa e finaliza bem, o alemão peca apenas em ter apenas 3 no uso da perna ruim – além de uma atenção em estamina e agressividade, que podem limitar a carta. Com um preço acessível, não é um DME imperdível, mas pode ser feito caso caiba no time ou queira testar. O melhor entrosamento para a carta é o “Atirador”.

Mostrar mais

João Belline

Jornalista de formação, louco dos esportes por opção. Depois de muito escalar Cartola, jogar Winning Eleven, escrever escalação dos sonhos no caderno e topar o dedão na rua, falar sobre futebol virou uma necessidade. É mais um leitor que buscou espaço no time da Trivela e entende que futebol está acima do clube.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo