Games

FIFA 22: A nova gameplay apresentada em detalhes

Novo trailer do simulador de futebol mostra a gameplay pela primeira vez e nota oficial conta muito mais do que esperávamos

Depois de anunciar a capa e as principais novidades de sua nova edição de FIFA, a EA Sports abriu a caixa de ferramentas nesta quinta-feira e explicou detalhadamente o que estas mudanças representarão. Através de seu blog e mídias sociais, a produtora liberou um novo trailer explicativo e um longo texto detalhando a mecânica de construção do jogo. A tecnologia Hypermotion, que estará presente apenas nos consoles de nova geração, deve trazer a primeira alteração significativa de qualidade desde o FIFA 17, quando alterou a sua engine para a Frostbite.

A Hypermotion é a maior alteração na jogabilidade do FIFA 22. Pela primeira vez, a captura dos movimentos para a criação do jogo não foi feita individualmente e sim com os 22 atletas profissionais jogando simultaneamente. Isso significa mais detalhes nas relações humanas durante o jogo e, segundo a produtora, a maior atualização da franquia com mais de 4 mil novas animações. No trailer, é possível acompanhar (a partir de 50 segundos) os trajes utilizados pelos atletas, as câmeras posicionadas em lugares superiores de um estádio e os monitores recebendo estes dados. A captura avançada de 11 contra 11 visa garantir a movimentação autêntica de um time e será complementada por um sistema de Machine Learning. A ideia é que o jogador em campo crie animações ao se aproximar da bola, adaptando a passada, alternando a cadência da corrida e realizando transições mais fluidas na gameplay.

Terror de muitos players, o setor defensivo terá alteração com a nova Defesa Tática. Os defensores terão um comportamento mais como unidade e tendem a manter o desenho tático enquanto se movimentam no campo de acordo com os stats de defesa. Na versão anterior, o FIFA 21, manter os jogadores corretamente no momento defensivo é uma das coisas mais trabalhosas, em especial para os meio campistas. Segundo a EA, o indicador de fadiga também terá um impacto significativo no posicionamento correto dos jogadores na defesa. Outro fator importante é uma maior queda de rendimento ao utilizar jogadores de outras posições como zagueiros. Pode parecer óbvio, mas muitos players utilizaram laterais como defensores centrais em seus times no Ultimate Team ao longo deste ano, privilegiando apenas a velocidade na escolha dos titulares. A produtora parece atacar exatamente este fato com a nova tecnologia e penalizar aqueles que não escalarem os seus times buscando a realidade do futebol. É possível sentir um gostinho da movimentação de um time no momento defensivo abaixo:

O confronto individual deve ser uma das alterações sentidas ao jogar FIFA 22. Um novo sistema chamado “Explosive Sprint”, em tradução livre “Arranque Explosivo”, possibilitará uma aceleração maior nas arrancadas quando o botão de correr for pressionado dentro do contexto correto. Segundo a nota da EA, a mecânica vai possibilitar recuperações notáveis de defensores ou explosões significativas dos atacantes. O sistema poderá ser ativado com a bola e sem ela, mas não no momento de contato e apenas em linha reta. A corrida será curta e terá um intervalo até a possibilidade de usar novamente. Apenas com o game nas mãos será possível entender perfeitamente como isso funcionará na prática. A esperança é que não vire um poder especial e fuja muito da mecânica natural do futebol real. No vídeo abaixo é possível visualizar o princípio básico do sistema:

Foco de grande parte das críticas dos fanáticos na última edição, os goleiros estarão renovados na nova edição da franquia. A EA Sports promete mais de 600 animações para goleiros e uma maior efetividade deles nas situações defensivas. Esta diferença dos arqueiros no resultado das partidas só será possível averiguar com o jogo em mãos, mas uma outra atualização vai deixar o jogo mais real. Os goleiros terão diferentes estilos de acordo com seus perfis no futebol real. Enquanto alguns são mais adeptos de defesas elásticas e pular como um gato, outros trabalham mais com o posicionamento e a antecipação dos movimentos do atacante. No trecho do vídeo abaixo, a partir de 30 segundos, é possível ver o goleiro pegando uma bola à queima roupa de cruzamento. Isto já é uma melhoria notável, pois dificilmente isso acontece no FIFA 21.

Adequando-se com o atual momento, a análise de desempenho e das partidas estará bem mais completa na nova edição. É evidente que os dados da edição anterior eram limitados, mas o salto para a versão 22 é grande. A ideia é que você possa de fato entender a forma de jogar e não simplesmente o resultado dela em chutes, gols e indicadores mais superficiais. Tanto os jogadores terão análises bem mais profundas, como também o time. A imagem abaixo, do novo gráfico de distribuição dos passes de uma equipe, exemplifica muito bem um novo gráfico que pode fazer muita diferença para os aficionados em tática.

Para trocar de jogador nas versões anteriores, o player aperta o L1 ou RB ou empurra o analógico direito na direção selecionada. O FIFA 22 traz mais um novo sistema de troca, que poderá ser ativado ou desativado no menu de opções. Ao pressionar o analógico direito, vão aparecer 4 opções em torno do jogador controlado. Basta colocar na direção selecionada e, em tese, trocar mais inteligentemente de jogador. Se será efetivo são outros quinhentos, mas o frame abaixo deixa bem visual como será o sistema.

Além dos destaques acima, o jogo também trará melhorias na física da bola, no domínio, nos confrontos aéreos e no ambiente do estádio, em especial nas comemorações. Um detalhe que deve agradar aos mais fanáticos é a humanização dos jogadores, que vão realizar movimentos independentes, como sugerir um passe esticando o braço ou incitando com gestos o time a avançar. Muitos outros detalhes foram apresentados na nota oficial e você pode conferir tudo neste link. O conteúdo está em inglês.

Mostrar mais

João Belline

Jornalista de formação, louco dos esportes por opção. Depois de muito escalar Cartola, jogar Winning Eleven, escrever escalação dos sonhos no caderno e topar o dedão na rua, falar sobre futebol virou uma necessidade. É mais um leitor que buscou espaço no time da Trivela e entende que futebol está acima do clube.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo