Games

11 games que deveriam ser de futebol, mas extrapolavam na imaginação

De Fifa Street a Megaman Soccer, 11 jogos de videogame em que a viagem dos criadores foi longe para simular o futebol

As séries Fifa e Pro Evolution Soccer são referência para qualquer um que gosta de jogar futebol nos videogames. Para quem prefere exercer o papel de comandante, Football Manager e Championship Manager costumam acumular as preferências. E os simuladores do “futebol de verdade” no mundo virtual possuem muitos outros clássicos, como Virtua Striker, Libero Grande e tantos outros.

GALERIA: 11 brinquedos baseados em futebol que fizeram parte de sua infância

No entanto, a maior virtude dos games é a liberdade na imaginação. E foram muitas as vezes em que o esporte acabou servindo apenas de pretexto para jogos de luta, aventura ou outros tipos. Não era o futebol clássico, 11 contra 11, mas os elementos estavam todos lá. Incorporados pelos mais diferentes personagens, de Megaman a Super Mario. Aproveitando o Dia das Crianças, relembramos 11 games que vão desde adaptações mais simples, como Captain Tsubasa e Fifa Street, à mais pura surrealismo em campo, como Battle Soccer. E nem todos são bons, que fique claro:

Super Mario Strikers (Game Cube)

Mario jogou tênis, golfe, beisebol. Correu de kart. Participou dos jogos olímpicos de inverno e de verão. Nada mais natural que também tivesse o seu game de futebol. No estilo clássico de movimentos especiais, estão disponíveis para a escolha a maioria dos personagens da série, como Toad, Donkey Kong, Luigi e Peach. A Nintendo ainda lançou Mario Strikers Charged, para Wii.

Megaman Soccer (Super Nintendo)

Um clássico da década de 1990. Megaman estava em campo, mas, ao invés de soltar os seus tradicionais mega busters, enchia o pé na bola com poderes especiais. Lançado após Mega Man 4, o game contava com os robôs tradicionais da série, como Protoman, Cutman e Elecman. E, como de praxe, Dr. Wily era o desafio final dos torneios.

Captain Tsubasa (Nintendinho)

Você pode não saber, mas o mito Tsubasa também desfilou pelos gramados virtuais. O jogo, porém, estava longe de ser um simulador comum de futebol. As partidas se seguiam conforme as escolhas em um RPG. Foram 11 versões, que se seguiram na geração seguinte de consoles.

Battle Soccer: Field no Hasha (Super Nintendo)

Para quem gosta de personagens de seriados japoneses, um prato cheio. Já imaginou jogar futebol com Ultraman, Kamen Raider e Godzilla? Pois essa era a bizarrice do game, que tinha partidas em que sobravam pancadas e poderes especiais. Chegou até mesmo a ganhar continuação.

Academy of Champions: Soccer (Wii)

Pelé e Mia Hamm participaram dessa empreitada da Ubisoft no console da Nintendo. A ideia era criar o jogo em que se desenvolviam “futebolistas mágicos” em uma academia. Além disso, outros personagens da produtora apareciam na trajetória, como das franquias Rayman, Prince of Persia e Assassin’s Creed. Mistureba demais para as criancinhas.

Lego Soccer (Playstation 2 e Game Boy Advance)

Até a Eletronic Arts entrou nessa roubada. Tudo bem que o jogo foi lançado em uma época na qual o Fifa estava em baixa, mas não precisavam fazer algo tão tosco. O estilo é o clássico, com poderes mágicos e poucas regras. Não vingou.

Sega Soccer Slam (Playstation 2, Gamecube e Xbox)

Dos tempos em que a Sega já tinha perdido os seus propósitos. Resolveram inventar um futebol que se misturasse um pouco com jogos de luta, sobrando pancadas e magias. Entre os personagens selecionáveis, hooligans, boxeadores e outros tipos de lutadores.

Dolucky’s A-League Soccer (Super Nintendo)

Os japoneses estavam mesmo inspirados pelo futebol na década de 1990. Tanto que lançaram até um game com cachorrinhos, gatinhos e coelinhos bonitinhos em campo. Ainda assim, o jogador estava livre para distribuir a porrada na tentativa de marcar o gol.

Disney Sports Soccer (Game Cube)

Pois é, até a Disney se achou no direito de lançar um jogo de “soccer” para os videogames. E a qualidade não era das piores, já que foi produzido pela mesma Konami responsável por Pro Evolution Soccer. As partidas com estilo futurista tinham Mickey, Pateta e Pato Donald em campo. E o Brasil estava representado por Zé Carioca.

RedCard (Xbox, Playstation 2 e GameCube)

A Midway é a mesma produtora de Mortal Kombat. Talvez inspirada em seu maior sucesso, a empresa lançou um jogo em que entradas duríssimas eram permitidas. As seleções eram as oficiais, mas a viagem incluía times especiais de samurais, macacos, policiais e alienígenas.

Fifa Street (Playstation 2)

Um jeito que a EA Sports encontrou para tentar dar uma alternativa ao mercado dos jogos de futebol. Os jogadores são reais, mas os dribles beiram a surrealidade, enquanto os chutes especiais são pura imaginação. Teve boa aceitação, ganhando mais três sequências.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo