FrançaLeste Europeu

Tetê chega ao Lyon por empréstimo e é candidato a substituto de Paquetá

Meia ofensivo, ex-Grêmio, Tetê terá a chance de mostrar seu futebol em uma liga mais forte e tem tudo para assumir o lugar de Paquetá se o compatriota sair, como é esperado

O Lyon anunciou a contratação do meia ofensivo brasileiro Tetê, que estava no Shakhtar Donetsk. O jogador, de 22 anos, mostrou qualidade especialmente em seus jogos na Champions League e era acompanhado pelo clube há algum tempo, desde que Juninho Pernambucano ainda era diretor esportivo. Ele chega por empréstimo até o final da temporada e como um possível substituto para o bem cotado Lucas Paquetá, que é especulado para deixar o clube ao final da atual temporada.

A contratação foi possível graças à permissão dada pela Fifa para que jogadores que atuavam na Rússia e Ucrânia assinassem com clubes de outros países. A Ligue de Football Professionel (LFP), que gerencia a Ligue 1, adotou as mudanças e permitiu a inscrição de jogadores nessa situação.

Tetê, formado pelo Grêmio, foi contratado pelo Shakhtar Donetsk em 2019 por € 15 milhões. Atua como ponta pelo lado direito, mas também pode atuar pelo lado esquerdo e como meia ofensivo. Nesta temporada 2021;22 pelo Shakhtar, até a paralisação do campeonato, ele atuou a maioria dos jogos como ponta pela direita (24 partidas). Raramente jogou em outra função: duas vezes jogou como meia e um jogo como ponta esquerda.

No total de jogos, são 28 partidas, com 20 deles como titular, e com 10 gols marcados. Esteve em campo nos jogos da Champions League, quando mais brilhou, especialmente contra o Real Madrid, ainda que a derrota tenha acontecido. Ele já tinha atuado bem na temporada anterior, quando o Shakhtar chegou a ganhar do Real Madrid.

Canhoto e muito habilidoso, Tetê é um jogador visto como alguém de muito potencial. Fez parte das convocações do ciclo olímpico, ainda com o técnico André Jardine, mas não esteve na Olimpíada de Tóquio.

No Lyon, Paquetá tem atuado da mesma forma como no Lyon, como um meia ofensivo centralizado. Assim, teoricamente Tetê pode jogar junto com o compatriota. Quem atua pela direita no Lyon por vezes é Romain Faivre, de 23 anos. Também joga por ali o zimbabuano Tino Kadewere.

Caso vá bem, o Lyon deve tentar ficar com o jogador em definitivo. Será uma espécie de teste em tempo real para o brasileiro continuar em uma liga forte.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo