Champions LeagueFrança

Messi sobre torcida do PSG: “Eles não param de cantar um minuto. É um estádio onde tudo reverbera”

Messi comentou sobre estrutura e a torcida do PSG, que apoia e faz barulho no Parque dos Príncipes

Lionel Messi vestindo a camisa de outro clube que não o Barcelona pode ainda ser uma cena estranha, mas ele tem jogado continuamente com o PSG. No clube de Paris, tem feito uma parceria de sucesso com Kylian Mbappé, que é o principal jogador do time. Messi tem feito bons jogos, mas ainda se cobra que ele faça mais, até pelo potencial que tem e pelo que já fez. Em entrevista à TV do clube, ele comentou sobre o principal objetivo dos parisienses: conquistar a Champions League.

“O PSG é um clube que tem crescido por 10, 11 anos, vem crescendo muito, tem muita ambição e muito desejo de continuar crescendo, tem muita margem de crescimento tem muito poder para fazer isso. Acho que hoje é um dos maiores clubes do mundo e não há como ir muito mais longe, está se desenvolvendo ainda mais e ficando maior. Acho que hoje não fica devendo nada aos clubes grandes historicamente”, disse o jogador.

“Ganhar a Champions League é complicado, porque é uma competição em que os melhores estão jogando, porque qualquer detalhe, qualquer erro e você pode ser eliminado competindo contra clubes e equipes. Acho que temos uma equipe para tentar vencer. Acho que estamos muito empolgados e temos muita vontade de conquistar, mas temos que ser calmos, porque como disse, é difícil ganhar a Champions League”, continuou o argentino.

“O melhor time nem sempre vence e você tem que estar ciente de todos os detalhes e fazer um grande time, porque no fim, são os times mais fortes os que conquistam seus objetivos e estamos no caminho e procurando fazer o time ainda mais forte”.

“Di Maria, Neymar, conheço da seleção e do passado. No Barcelona jogamos juntos. Com Kylian eu não o conhecia fora de campo. E bem, pouco a pouco estamos conhecendo um ao outro muito melhor e acima de tudo nos conhecendo em campo para nos relacionarmos melhor e nos sentirmos confortáveis um com o outro”.

“Obviamente é muito bom estar em campo com os melhores. Tive a sorte de fazer isso por um longo tempo no Barcelona, tive a forte de sempre jogar com os melhores, e agora posso fazer isso no Paris também. Então estou feliz e ansioso para continuar fazendo isso”.

Messi ainda comentou sobre a torcida do PSG, sempre muito participativa no campo. O Barcelona tem uma torcida conhecida por fazer o estádio parecer uma peça de teatro, enquanto a torcida do PSG é conhecida pelo contrário, ser muito quente, apoiar o tempo todo e participar do gramado com sua vibração. O Parque dos Príncipes tem, normalmente, uma temperatura mais alta do que o argentino estava acostumado a ver no Camp Nou.

“É um estádio muito especial pelo modo que as pessoas vivem isso, como assistem as partidas ao vivo, o modo como eles estão cantando por todos os 90 minutos, já vive isso quando vim aqui como visitante, viemos muitas vezes com o Barcelona e agora tenho isso toda semana. Você pode ouvi-los porque eles não param de cantar um minuto, cantam continuamente. A explosão do gol, é um estádio onde tudo reverbera. Então foi muito bonito esse momento”, contou.

O PSG volta a jogar pela Champions League no dia 9 de março, quando vai até Madri enfrentar o Real Madrid. Como venceu a partida de ida por 1 a 0, poderá empatar para avançar às quartas de final. Antes disso, tem dois jogos do Campeonato Francês: contra o Saint-Étienne neste fim de semana e contra o Nice no seguinte.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo