França

Mbappé nega pedido para sair do PSG: “Estou muito feliz. Nunca pedi para sair em janeiro”

Mbappé se disse chocado com a informação sobre desejo de sair do PSG e nega que tenha partido dele ou de alguém próximo a ele

O atacante Kylian Mbappé negou as informações que surgiram no meio da semana sobre o seu desejo de deixar o Paris Saint-Germain. A entrevista do jogador aos jornalistas presentes na zona mista após a vitória do PSG sobre o Olympique de Marseille por 1 a 0, no Parque dos Príncipes. O francês se disse chocado com a informação e que está feliz no clube.

“Estou muito feliz. Nunca pedi para sair em janeiro. A informação veio no dia do jogo, não entendi. Não estou diretamente ou indiretamente envolvido nessa informação”, afirmou o jogador. “Estou chocado com essa notícia, como todo mundo. As pessoas pensam que estou envolvido, não estou de maneira nenhuma. Eu estava cochilando, minha equipe estava no jogo do meu irmão mais novo (Ethan, que estava jogando no PSG sub-19 contra o Benfica, na Youth League). Nós ficamos perplexos quando descobrimos. Depois, tivemos que lidar com isso, tivemos um jogo para vencer. Eu apenas queria dizer que isso é completamente falso, estou feliz aqui”, continuou o jogador.

O jogador foi perguntado também sobre a reportagem da Mediapart, que revela que o PSG contratou um “exército de contas nas redes sociais” para fazer uma campanha “violenta e suja” contra personalidades, entre as quais o próprio Mbappé. Ele, porém, não quis entrar em qualquer polêmica.

“Sou um jogador de futebol. A coisa mais importante para mim é jogar, dar o melhor de mim em campo, se eu começar a me espalhar muito, vou me cansar muito rápido. Quando você joga no PSG, você sabe onde está se metendo, você sabe que estará envolvido no lado bom, ruim, todo mundo aqui sabe disso, nós os alertamos. Mas estamos focados em vencer partidas e ganhar títulos. O presidente? Eu não o vi, o vi hoje [domingo] antes do jogo, ele nos desejou sorte”, disse Mbappé.

Foto de Felipe Lobo

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!). Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009, onde ficou até 2023.
Botão Voltar ao topo