França

Mais reforços para Sampaoli: após Ünder e Guendouzi, Marseille também fecha acordo por Pau López

O clube anunciou um "acordo em princípio" pelo goleiro que defendeu a Roma nas últimas duas temporadas

O Olympique Marseille, que havia selado a contratação do brasileiro Gerson, ainda está ativo no mercado. Nesta semana, confirmou os empréstimos de Matteo Guendouzi e Cengiz Ünder, e anunciou um acordo em princípio para a chegada do goleiro Pau López, mais uma ação de um mercado agressivo do clube para para dar peças de qualidade ao técnico Jorge Sampaoli.

É provável que a saída de López da Roma, geralmente titular nas últimas duas temporadas, seja sacramentada assim que Rui Patrício está próximo se tornar o novo goleiro da equipe agora treinada por José Mourinho. O goleiro espanhol de 26 anos, brigará por posição com o experiente Steve Mandanda, capitão da equipe e com quase 600 jogos pelo Olympique Marseille.

O excesso de movimentações chamou a atenção do órgão que regula as finanças dos clubes da Ligue 1 (DNCG), mas o presidente Pablo Longoria, que assumiu o cargo deixado vago pela saída de Jacques-Henri Eyraud em fevereiro após rachar com a torcida, explicou que tantas contratações são possíveis sem ferir as regras internas de fair play financeiro porque o Marseille tem poucos jogadores sob contrato.

De fato, nomes que estavam há muito tempo no clube, alguns com altos salários, como Maxime López, Hiroki Sakai, Florian Thauvin, Kevin Strootman e Valère Germain foram dispensados ou negociados com outras equipes antes das contratações de Gerson, López, Ünder, Guendouzi e também Leonardo Balerdi, comprado do Borussia Dortmund após uma temporada de empréstimo, e Konrad de la Fuente, da base do Barcelona.

Além disso, a diretoria não está tendo medo de usar o artifício do empréstimo com opção de compra, que permite ter o jogador imediatamente e empurrar o valor da transferência para a contabilidade de outra temporada. Gerson exigiu um pagamento alto à vista, mas essa prática foi usada para assegurar os serviços de López, Guendouzi e Ünder.

Finanças à parte, são reforços interessantes. Guendouzi mostrou muito potencial no Arsenal, mas, errático, perdeu espaço com Mikel Arteta e foi emprestado ao Hertha Berlim na última temporada. Não brilhou tanto e tentará mais uma vez recolocar a carreira nos trilhos em outro clube. Ünder teve um bom começo na Roma antes de ser prejudicado por lesões e uma queda de rendimento. Foi emprestado com opção de compra ao Leicester, e parecia uma boa opção para suprir a escassez de jogadores para as pontas no elenco de Brendan Rodgers. Com novos problemas físicos e pouco tempo em campo (não chegou a 1.000 minutos), a opção não foi exercida, e Ünder acabou repassado a um novo clube.

E o Olympique Marseille ainda não terminou. O próximo reforço deve ser um zagueiro. David Luiz esteve especulado no clube nas últimas semanas, mas quem deve ser contratado é William Saliba, jovem de 20 anos que foi contratado pelo Arsenal em 2019 e ainda não estreou no time principal do inglês. Ao ser comprado do Saint-Étienne, foi imediatamente devolvido para ganhar experiência por mais uma temporada e também passou seis meses no Nice.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo