Ligue 1

Al-Khelaïfi, presidente do PSG, tranquiliza: “Mbappé vai permanecer no clube, 100%”

Mandatário do Paris Saint-Germain falou à imprensa após a decepção da perda do título da Ligue 1 para o Lille

Após a decepção da perda do título da Ligue 1 para o Lille na rodada final da competição, Nasser Al-Khelaïfi, presidente do PSG, lamentou o fim de temporada amargo, mas ressaltou os pontos positivos da campanha e, em uma tentativa de acalmar as especulações em torno de Kylian Mbappé, assegurou que o atacante permanecerá no clube na próxima temporada.

Paralelamente à disputa esportiva na temporada, o PSG conviveu com duas histórias importantes fora dos gramados: as renovações de Neymar e Kylian Mbappé, principais estrelas do clube. O caso do brasileiro foi resolvido com a extensão do vínculo até 2025, mas o francês ainda não acertou a sua continuação. Com contrato até 2022, tem sido especulado que o atacante poderia buscar um novo clube na próxima temporada, mas Al-Khelaïfi garantiu a sua permanência na capital francesa.

“Sempre digo que o Kylian é um jogador do Paris Saint-Germain. Ele irá permanecer no Paris Saint-Germain, 100%, não se preocupem. Deixem-nos trabalhar. Ele é parisiense, é francês, ama Paris, não temos problemas”, afirmou o presidente do PSG, em declarações publicadas pelo jornal L’Équipe.

O PSG chegou à rodada final da Ligue 1 ainda com chances de título, mas com um ponto a menos que o líder Lille. Apesar de fazer a sua parte contra o Brest, vencendo por 2 a 0, os parisienses viram os Dogues vencerem seu confronto com o Angers por 2 a 1 e confirmar a conquista do Campeonato Francês.

Al-Khelaïfi falou da decepção de perder o título para o Lille, apontando problemas como as infecções por Covid-19 no início da temporada e a preparação curta devido à participação na Champions League da campanha anterior como fatores importantes no insucesso. Por outro lado, parabenizou o Lille, para ele merecedor de uma conquista tão disputada.

“Evidentemente, estou decepcionado. A temporada foi complicada para nós, com o Covid, com a Champions League, que fez com que também não tivéssemos uma verdadeira preparação. Mas o Lille mereceu seu título. Quando você quer ganhar um campeonato, não pode jamais perder oito partidas. Também não esquecemos que a Ligue 1 não é nada fácil. É um campeonato que foi muito disputado até o final. Precisamos realmente ser fortes a cada partida.”

Apesar disso, Al-Khelaïfi se recusou a tachar a temporada como um fracasso, sublinhando a campanha semifinalista na Champions League, passando por gigantes do futebol europeu no caminho, e a conquista da Copa da França na semana passada, diante do Monaco, como pontos fortes e incontornáveis na avaliação.

“Se é um fracasso? Não. Nesta temporada, ainda chegamos à semifinal da Champions League, ganhamos a Copa da França, houve coisas positivas. Derrotamos Barcelona, Manchester United, Bayern de Munique. Depois, é verdade que não fizemos tudo que deveríamos ter feito para ganhar o campeonato.”

Desde o início da supremacia doméstica do clube, esta é apenas a segunda vez que o PSG não conquista o Campeonato Francês. O fundo de investimentos catariano adquiriu o clube em 2011, conquistou sua primeira Ligue 1 em 2013 e, desde então, ganhou todas as ligas francesas que disputou, à exceção de 2016/17, quando o Monaco foi o campeão, e desta temporada.

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

AdBlocl? Aí é falta desleal =/

A Trivela é um site independente, que precisa das receitas dos anúncios. Desligue o seu bloqueador para podermos continuar oferecendo conteúdo de qualidade de graça e mantendo nossas receitas. Considere também nos apoiar pelo link "Apoie" no menu superior. Muito obrigado!