Ligue 1

Dez anos depois, Lille desbanca o PSG e é campeão francês pela quarta vez

Em uma disputa acirrada com o PSG, LOSC venceu Angers fora de casa e não deu chance para os parisienses, que também venceram, mas acabam um ponto atrás

Após 10 anos do seu último título, o Lille conseguiu um novo feito na Ligue 1. Já eram três títulos seguidos do Paris Saint-Germain, dominante na última década. Desde o último título do Lille, em 2010/11, foram sete títulos dos parisienses, que só foram parados pelo Monaco em 2016/17. Agora, tem um novo campeão na França que consegue desbancar o milionário PSG. Os Dogues contaram com grandes atuações de Burak Yilmaz, Jonathan David, José Fonte, comandados pelo técnico Christophe Galtier, são os campeões da Ligue 1.

Mesmo diante de um concorrente muito mais rico, com um orçamento muito maior e absolutamente dominante na liga, o Lille sagrou-se campeão francês pela quarta vez. Os títulos vieram em 1945/46, 1953/54 e 2010/11. Esta última conquista completou 10 anos nesta semana e contamos aqui sobre ela. Agora, aumentam a galeria de troféus com esta incrível conquista em 2020/21, que tem certamente um sabor especial diante das dificuldades do momento em competir com um rival do poderio econômico dos parisienses.

Em uma última rodada tensa, o Lille conseguiu sair em vantagem e colocar mais pressão no adversário. Logo a 10 minutos, o canadense Jonathan David aproveitou passe de Renato Sanches para fazer 1 a 0 no Stade Raymond Kopa, em Angers.

Jonathan David comemora com Burak Yilmaz (Imago / OneFootball)

Sob pressão, o PSG tinha problemas diante do Brest. Teve uma grande chance de sair em vantagem aos 19 minutos, quando teve um pênalti a seu favor. Neymar cobrou, mas desperdiçou. O jogo seguia no 0 a 0.

Ao menos até os 37 minutos, quando Ángel Di Maria cobrou escanteio que entrou direto. O gol pareceu olímpico, mas em princípio foi marcado como gol contra do goleiro Romain Faivre, que chegou a tocar na bola. O PSG, então, saiu na frente.

No final do primeiro tempo, o Lille ampliou. Em um rápido ataque pelo meio, o goleiro Paul Bernardoni derrubou Jonathan David. O árbitro Benoit Bastien marcou pênalti. O turco Burak Yilmaz cobrou bem e marcou: 2 a 0 para o Lille, aos 46 minutos. O primeiro tempo acabou logo depois.

O Lille começou o segundo tempo pressionando e quase chegou ao terceiro gol. Mas foi o Angers que melhorou em campo, passou a chegar mais ao ataque e até ameaçar. Sofria para criar chances claras, mas estava mais no ataque que o rival.

O PSG, então, ampliou o placar contra o Brest. Aos 26 minutos, Kylian Mbappé, artilheiro da Ligue 1, marcou 2 a 0. Com isso, chegou a 26 gols em 30 jogos que esteve presente. Uma marca impressionante do camisa 7. Mas o PSG ainda dependia do Angers arrancar dois gols no outro jogo para ficar com o título.

O Angers conseguiu um gol. Aos 47 minutos, Angelo Fulgini diminuiu o placar. Era tarde demais. Os jogadores do Lille já estavam em pé à beira do gramado esperando a comoração e ela veio com força. Com o apito final do árbitro, os jogadores invadiram o campo e celebraram: o Lille é campeão francês e tem uma grande história para chamar de sua.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo