França

Gomis ganha nova chance no Lyon e pode ser opção

O jogo deste domingo entre Lyon e Rennes terminou sem gols e fechou a quinta rodada do Campeonato Francês, deixando a equipe na oitava posição, com sete pontos, a três da pré-Liga dos Campeões. A atração da partida foi um convidado ilustre: o atacante francês Bafétimbi Gomis foi escalado como titular e fez sua estreia na temporada pelo time principal.

Um dos mais caros do elenco, avaliado em € 10 milhões, Gomis foi forçado a sair na última janela de transferências pelo presidente e dono do clube, Jean-Michel Aulas, que precisava fechar o balanço do ano e diminuir o impacto da negativa situação financeira do Lyon.

Ele chegou a ser anunciado no Newcastle, que ofereceu € 8 milhões mais € 2 milhões em bônus futuros, mas os ingleses acharam o salário (€ 75 mil por semana) muito alto e desistiram da aquisição, após Gomis rejeitar diminuir seus ganhos. Durante o período de transferências, o atleta, que atuou pela última vez em 26 de maio, na última rodada da liga de 2012/13, justamente contra o Rennes, também não pôde jogar no time de reservas para que não se machucasse, o que atrapalharia uma possível negociação.

Com a janela fechada, o atacante passou a atuar pelo Lyon B, que disputa a quarta divisão nacional. Foi titular duas vezes e marcou dois gols, um deles aos 46 minutos da etapa final, na vitória apertada sobre o Raon L’Etape (4 a 3). Com a saída de Lisando López para o Catar, fez-se ainda mais necessária a presença de Gomis, que só voltou a treinar com o time principal em 5 de setembro.

Somente neste domingo o técnico Remi Garde escalou Gomis, que ainda está visivelmente fora de ritmo, mas mostrou que poderá ser importante peça no time. Protegendo sempre bem a bola, o “reforço” do Lyon foi pouco acionado no primeiro tempo, mas melhorou na etapa final. Recebendo mais passes, mesmo que de costas para o gol, ele serviu os companheiros e chutou quatro vezes, apenas uma no alvo, mas foi uma linda finalização que parou no travessão do goleiro Benoit Costil.

Gomis não destoou do desempenho do Lyon no jogo e, pela falta de ritmo, teve atuação satisfatória. A permanência de Gomis pode ser boa para o clube, apenas no meio da tabela do francês, e para ele, que desejava ficar na França para sonhar com uma convocação de Didier Deschamps para a Copa do Mundo 2014 – se a seleção se classificar. Quem sabe ele até muda de ideia, faz as pazes e renova seu contrato, que acaba ao fim da temporada?

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo