França

‘É o fim do mundo’: o forte e corajoso discurso de Raí contra a extrema-direita na França

Ex-atacante do São Paulo participa de comício político em Paris e é exaltado pelo público

Ídolo do São Paulo e do Paris Saint-Germain, Raí participou, nesta quarta-feira (3), de uma manifestação contra a ascensão da extrema-direita francesa. O comício foi realizado em Paris e contou com a presença de personalidades importantes.

Raí tem cidadania francesa e completou, recentemente, um mestrado em políticas públicas numa renomada universidade do país. O ex-atacante participou de comício da Nova Frente Popular — bloco de partidos de esquerda — e foi muito aplaudido pelo público presente ao subir no palco.

No início de seu discurso, Raí teceu duras críticas à extrema-direita e disse conhecer bem as práticas de tal espectro político.

— Conheço bem a extrema-direita. O que eles fazem de melhor é mentir. Eu os conhecia no poder. A extrema-direita é o fim do mundo, é o fim dos direitos humanos, da humanidade — afirmou.

Opositor ferrenho do governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), Raí fez alusão ao ex-mandatário do Brasil na sequência de sua fala no palanque.

— No Brasil, vivemos um pesadelo. Quatro anos de misoginia, quatro anos de homofobia, preconceito, milhares de mortes, desmatamento. A extrema-direita é o ódio. Se quisermos mudar a nossa realidade, o nosso poder de compra, a nossa vida, vamos mudar com uma estratégia, um projeto, uma nova política, mas os nossos valores fundamentais nunca devem mudar.

No fim do discurso, Raí pediu que os eleitores franceses saiam às ruas no domingo para votar contra a extrema-direita: “Vão votar, meus amigos franceses, vão convencer seus amigos, sua família a votar, pela França, pela humanidade, pelo planeta, pela raça humana”.

Raí, ex-jogador do São Paulo e do Paris Saint-Germain
Raí defendeu o PSG de 1993 a 1998 (Foto: Icon Sport)

Mbappé também se manifestou

Concentrado com a seleção francesa na Alemanha — para disputa da EurocopaKylian Mbappé também se posicionou politicamente no último mês de junho. Antes da estreia dos Bleus no torneio, o atacante se disse preocupado com a ascensão da extrema-direita na França e pediu para os eleitores do país votarem em massa.

— Estamos num momento crucial na história do país. Você tem que saber resolver as coisas e ver suas prioridades. Somos cidadãos acima de tudo, não devemos estar desligados do mundo. Estamos numa situação sem precedentes. Quero me dirigir a todos os franceses e, em particular, à geração jovem. Vemos que os extremos estão às portas do poder. Temos a possibilidade de mudar tudo — disse Mbappé semanas atrás.

Mbappé na Eurocopa 2024
Mbappé em ação pela seleção francesa na Eurocopa 2024 (Foto: Icon Sport)

Panorama das eleições na França

O Reunião Nacional (RN), partido de extrema-direita da França, largou na frente no primeiro turno das eleições parlamentares do país, realizado no último domingo (30). A sigla é liderada por Marine Le Pen, principal opositora do governo Emmanuel Macron.

De acordo com o Ministério do Interior francês, o RN obteve 33% dos votos, enquanto a Nova Frente Popular ficou em segundo lugar no pleito, com 28% dos votos. Já o bloco centrista do presidente Macron, terminou na terceira colocação, com 20%.

Vale destacar, no entanto, que tais resultados não definem a composição final dos assentos no Legislativo. O resultado só será conhecido após a realização do segundo turno, marcado para o próximo domingo (7).

Convocada há apenas três semanas, as eleições parlamentares bateram recorde de participação em quase 40 anos e confirmou o que as pesquisas indicavam: o favoritismo do RN.

Com intuito de conter o avanço da extrema-direita, o bloco centrista de Macron e a esquerda francesa costuram acordo nos bastidores para o segundo turno.

Foto de Guilherme Calvano

Guilherme CalvanoRedator

Jornalista pela UNESA, nascido e criado no Rio de Janeiro. Cobriu o Flamengo no Coluna do Fla e o Chelsea no Blues of Stamford. Na Trivela, é redator e escreve sobre futebol brasileiro e internacional.
Botão Voltar ao topo