Copa da França

O PSG passou fácil na Copa da França, com direito a uma deslumbrante assistência de letra de Di María

Neymar fez um gol e Icardi completou uma tripleta, mas o grande lance foi de Di María

O Paris Saint-Germain não encontrou dificuldades para garantir sua classificação às semifinais da Copa da França. Nesta quarta-feira, os parisienses enfileiraram seus craques para pegar o Angers no Parc des Princes e golearam por 5 a 0. Mauro Icardi marcou uma tripleta e Neymar também deixou o seu, numa boa troca de passes por elevação. Ainda assim, a obra de arte ficou para a assistência de Ángel Di María em um dos tentos parisienses, passando de letra para Icardi mandar para dentro.

Kylian Mbappé foi poupado, mas o PSG contava com vários de seus astros, incluindo Neymar – que se ausentou na rodada passada da Ligue 1 por cumprir suspensão. Aos nove minutos, o placar estava aberto. Os parisienses trocaram passes em velocidade, até Julian Draxler deixar Icardi na cara do gol. O segundo veio aos 23, numa tentativa de Neymar que o goleiro defendeu e bateu no zagueiro antes de entrar.

Já no segundo tempo, o PSG terminou de desenhar a goleada. Neymar marcou o seu aos 19, completando de cabeça um passe de Draxler na saída do goleiro. Isso até a pintura de Icardi viesse, com a pincelada de Di María. O ponta deixou o zagueiro no chão com um corte seco e passou de letra, antes do centroavante completar às redes vazias. O argentino ficou a uma assistência de se igualar ao lendário Safet Susic como maior garçom da história do PSG. O bósnio 103 passes para gols. Por fim, num erro da defesa, Icardi chicoteou a bola aos 45 e completou sua tripleta.

Nesta terça-feira, o Montpellier havia se confirmado na semifinal da Copa da França ao eliminar o Canet Roussillon, da quarta divisão – num 2 a 1 sofrido, de virada. Já a grande surpresa é o GFA Rumilly-Vallières, também da quarta divisão, que seguiu em frente. A equipe despachou o Toulouse, atualmente na segundona, com uma vitória por 2 a 0. O último classificado foi o Monaco, que ganhou do Lyon por 2 a 0, com gols de Wissam Ben Yedder e Kevin Volland.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo