Europa

Na apresentação de um zagueiro no Celtic, sobrou até para David Luiz: “Ele foi terrível na Copa”

O Celtic apresentou nesta segunda-feira o zagueiro dinamarquês Erik Sviatchenko como seu novo reforço para o restante da temporada. O beque teria recusado propostas de quatro clubes da Premier League, afirmando durante a entrevista coletiva que nenhum deles tinha a grandeza da equipe escocesa. A declaração foi bastante repercutida, mas, ainda assim, não foi a melhor de seu papo com os jornalistas. A preciosidade veio mesmo de seus comentários sobre David Luiz.

VEJA TAMBÉM: Esse bandeirinha ficou um tanto confuso e marcou cinco coisas diferentes no mesmo lance

Aos 24 anos, naturalmente Sviatchenko tem em mente algumas figuras em que se inspira para melhorar seu jogo. As principais, segundo ele, eram David Luiz e John Terry, como revelou na entrevista. “Estava falando com o meu treinador e disse para ele que gosto do David Luiz, mas também gosto do John Terry, e ele disse para mim: ‘Ok, mas você tem que ser o Sviatchenko’. Eu disse: ‘É claro que eu tenho que ser o Sviatchenko, mas talvez eu devesse me inspirar em um defensor, por isso jogo na defesa’.”

Entretanto, a atuação desastrosa do brasileiro na Copa do Mundo do ano retrasado foi tão contundente, teve um efeito tão devastador na reputação do zagueiro do Paris Saint-Germain, que o próprio Sviatchenko mudou de ideia quanto a um jogador que, anteriormente, admirava. Então disse para ele (o treinador): ‘Tudo bem, talvez eu deva ser mais como o John Terry em vez do David Luiz, porque eu o vi na Copa do Mundo, e ele foi terrível na defesa. Então acho que é melhor ser um bom defensor do que um cara driblador que não sabe defender”, completou.

Sviatchenko passou quase sete anos no Midtjylland, que venceu em 2015 o primeiro Campeonato Dinamarquês de sua história. Com a campanha da equipe, o defensor também ficou em exposição, o que o fez passar a ter chances na seleção principal dinamarquesa desde o ano passado (o zagueiro acumula passagens pelas equipes de base da seleção). Independentemente do que apresentou em campo para que chamasse a atenção, logo em sua chegada ao Celtic o jogador parece disposto a causar alguma impressão também fora dele. Suas declarações sem rodeios ou discrição certamente o evidenciaram antes mesmo de entrar em campo pelo time escocês.

Confira as declarações de Sviatchenko:

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo